Poucos recursos têm “segurado” campanha eleitoral

 

Como vem ocorrendo no últimos anos em todo o país, a campanha eleitoral, em Marabá, começou de forma fria, com o aparecimento de  reduzido número de carros de propaganda nas ruas.

Coordenadores  de campanha alcançados pelo poster explicam a reduzida doação de recursos como principal motivo para a tímida exposição das candidaturas.

“Está ficando cada  ano mais difícil  obter dinheiro dos tradicionais doadores, tudo em razão dos últimos escândalos envolvendo caixa 2. Mas vamos tocar a campanha de nosso candidato dentro das condições reais”, explica um porta-voz de candidatura a deputado estadual.

Das candidaturas postas, as duas primeiras  demonstrando musculatura de estrutura, com maior número de carros de propaganda circulando nas ruas, são as de Tião Miranda (PTB) e João Chamon (PMDB),  coincidentemente aquelas apontadas  potencialmente para obterem maior votação em Marabá.