Porta de gabinete é levada para casa por vereador não reeleito

Publicado em 4 de janeiro de 2021

O ex-vereador Diego Mota (MDB), que terminou seu mandato em 2020, levou, entre os seus pertences, a porta de acesso ao gabinete ocupado por ele por quatro anos na Câmara dos Vereadores do município.

Ele não conseguiu se reeleger no pleito deste ano, obtendo 727 votos, 668 a menos do que quando foi eleito em 2016.

“A porta é minha, comprei com meu dinheiro”, justificou o ex-político ao portal Jeso Carneiro, que publica notícias na região.

De acordo com a secretaria administrativa da câmara, apesar de não ser recorrente, o fato não gerou confusão e foi informado por Diego Mota à casa.

“Quando entrou, ele abriu uma outra porta no gabinete, de blindex, e quando saiu, tirou; normal. O administrativo sabia que ele ia tirar, ele havia avisado”, informou.