Por enquanto, entre aspas

Publicado em 28 de fevereiro de 2011

Quem  leu manchete do Diário do Pará,  edição de domingo, sobre prática  de sonegação fiscal supostamente praticada pelo Grupo Leolar, de Marabá, fica sem entender  realmente a salada de informes contida na matéria.

O  dossiê citado  passa a ser “dossiê” apenas en passant, já que o autor da reportagem não consegue apresentar a origem do mesmo nem quem produziu o  documento acusatório, deixando, em razão disso, muitas perguntas no ar –  inclusive se o “escândalo” não advém de brigas internas no órgão fazendário.

Ao fim e ao cabo, tudo parece conduzir a um processo de  escalpelamento moral de personalidades e da própria empresa denunciada.

Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos para  tirar conclusões mais objetivas do “escândalo” – por enquanto, entre aspas.