Hiroshi Bogéa On line

Ponte velha do Itacaiúnas será interditada nesta sexta

 

 

A Prefeitura de Marabá informa à população que  nesta sexta-feira,  25, a partir das 8 horas, a antiga ponte sobre o Rio Itacaiúnas será interditada para reparos. Os veículos que seguem da Cidade Nova para a Velha ou Nova Marabá terão o curso desviado em frente ao fórum, a partir de então os carros seguirão pela ponte nova. Já partir do viaduto 1 o curso dos veículos será normalizado

Post de 

16 Comentários

  1. Otasnes

    28 de maio de 2012 - 09:15 - 9:15
    Reply

    Bom ao último Anônimo, maio 27th, 2012 at 22:23 , foi muito infeliz a sua tentativa de julgar-nos como “néscios”! Oras a placa estava lá evidente que era provisória! Mas não falava das rachaduras e defeitos presentes! Oras!? Isso é um risco de devia ter a devida transparência! É isto que pedimos TRANSPARÊNCIA da parte do DNIT e da Prefeitura de Marabá!

  2. Anônimo

    27 de maio de 2012 - 22:23 - 22:23
    Reply

    O povo estranha mesmo,em Marabá nunca Tivemos uma obra como esta duplicação com Viadutos e futuras passarelas e de grande extenção,o trastorno e normal,ajuste e normal é só olhar as placas informativa que dizia ponte provisôria e a ponte mais velha a muito que precisava de concerto.o transtorno passa e a obra fica.

  3. Abigail

    26 de maio de 2012 - 18:54 - 18:54
    Reply

    Além do transtorno de locomoção, Marabá vive um transtorno de odores.
    O frigorifico JBS é uma aberração! Como toda uma população, de não sei quantos mil habitantes, aceita viver debaixo desse mal cheiro diário?
    Nada é feito, nada acontece, nada, nada…
    É horrivel esse vazio de providências. Todo vazio é torturante.

  4. Luis Sergio Anders Cavalcante

    26 de maio de 2012 - 13:15 - 13:15
    Reply

    É isso aí sensato(otasnes invertido), ideias são dadas pra serem discutidas, melhoradas, ampliadas e, quem sabe – vire um futuro Projeto – encampado por quem de direito e aprovado. Como bem o colocou o Hiroshi, e concordo com ele – falta ousadia – aos nossos administradores(prefeitos), ou antever o que pode ser eficiente e benéfico para o caos instalado, que hoje é o nosso trânsito. Caso deixemos prá depois, como é de praxe, cairemos na armadilha que seria – hipotéticamente falando – ter que desapropiar áreas residenciais etc…. Agindo com antecedencia, hoje, teríamos tempo prá analisar junto com profissionais da área, entidades de classe, sociedade organizada, e definir como e onde fazê-lo. Suas sugestões “ostanes”, já enriqueceram e agregaram mais benefícios à ideia principal. A finalidade é esta mesmo, sugerir, melhorar. Agradeço a colaboração. E que se habilite quem tambem achar viável. Em 26.05.12, Marabá-PA.

  5. Otasnes

    26 de maio de 2012 - 10:37 - 10:37
    Reply

    Bem a ideia do metrô concordo é bem interessante, mas para um longo prazo, o que acho de suma importancia no momento seria a ampliação de vias de acesso, desafogar a Rodovia Transamazônica com outros acessos aos 3 núcleos, exemplo a construção de uma ponte Bairro Belo Horizonte – Fl 33, é viavél, desafogaria o transito! Revitalização do trafego pluvial do Bairro Amapá, ou senão a construção de uma ponte ligando os dois núcleos Cidade Nova- Marabá Pioneira!
    A respeito do transporte coletivo seria indubitavelmente necessário uma ampliação da frota, e a melhoria na logisitica, construção de corredores, replanejamento de rotas, e com os novos 3 acessos que proponho criar uma frota constante chamada sei lá de “Arco Marabá” que passaria da Mangueiras – acesso Cidade Nova – Amapá – Belo Horizonte – Fl -33…
    São ideias baseadas em cidades já existentes, esse “Arco MBA” me baseio no “Eixão” que é visto em Palmas – To!

  6. Luis Sergio Anders Cavalcante

    26 de maio de 2012 - 09:53 - 9:53
    Reply

    Hiro, agradeço pela “defesa” e continuamos…..Em 26.05.12, Marabá-PA.

  7. Anônimo

    25 de maio de 2012 - 23:21 - 23:21
    Reply

    Anônimo das 11:O6 vc tem razão quando pede que deixem o Homem trabalhar com todas as perseguições pelos donos de veiculos de comunicação em Marabá que perderam para Maurino.sabem que Maurino esta fazendo o que os outros não tiveram a coragem de fazer.ter a coragem de defender a moradia,legalização e regularização fundiária,criar a guarda municipal,legalizaçao dos moto taxi e taxi lotação,aterro sánitário,licitação para trasporte urbano,pavimentação de várias vilas na zona rural,encarar uma obra tão grande e importante como a duplicação,buscar apoio para a construção do estádio municipal quase concluido,buscou e apoiou projetos sociais do governo federal.apoiou projetos sociais das igrejas,firmou convênios com entidades organizadas.um ano e meio do final de sua gestão,ficaria para revitlizasar as praças e vias de nossa cidade que já esta ocorendo regularmente.deixem o homem trabalhar que é bom pra Marabá.Marabaense do Sim.

  8. Hiroshi Bogéa

    25 de maio de 2012 - 23:14 - 23:14
    Reply

    Comentarista intitulado “Metrô”, vamos mudar as expressões utilizadas em seu comentário. O Luis Sergio Anders Cavalcante é um dos comentaristas mais elegantes a frequentar o blog, tratando todos com educação. Não permitirei que ele seja desancado apenas porque expôs um ponto de vista perfeitamente factível caso o município tivesse administradores ousados, comprovadamente sem medo de fazer transformações profundas na malha urbana de Marabá. Seu comentário foi rejeitado.

  9. Luis Sergio Anders Cavalcante

    25 de maio de 2012 - 14:00 - 14:00
    Reply

    Outra coisa, agradeço ao “Cap. Nascimento” acima pelos esclarecimentos sobre a responsabilidade dos trabalhos na ponte. Em 25.05.12, Marabá-PA.

  10. Luis Sergio Anders Cavalcante

    25 de maio de 2012 - 13:57 - 13:57
    Reply

    Ô Augusto às 10:23 hs., respeito sua opinião em achar risível pensarmos em metrô para Marabá. Insisto na feitura do mesmo enquanto nossa cidade é relativamente pequena. A briga constante do usuario reclamando dos coletivos terminaria, teríamos um transporte principal mais barato e com maior velocidade; mesmo porquê, a tendencia do comercio marabaense é a maior fixação em termos de Cid. Nova e bairros vizinhos e Nova Marabá (VP-8) e adjacencias. Portanto, não vejo como “viajem” a colocação. Pela tua forma de pensar, deduzo que devamos esperar a cidade ter um enorme inchaço populacional – maior do que já vemos hoje – para aí então, pensar em metrô. A futura instalação da ALPA deve ser levada em consideração, com a continuidade de uma enorme migração de pessoas para nossa cidade. Outra motivação seria tambem a criação de Carajás, e como pleiteamos ser a capital, seria de bom alvitre, termos transporte coletivo eficiente. É o que penso. Seria até interessante, alguem profissional da área de transporte se manifestar sobre o assunto. Em 25.05.12, Marabá-PA.

  11. Cap Nascimento

    25 de maio de 2012 - 12:20 - 12:20
    Reply

    Lembrando aos senhores que a obra é do governo federal e administrada pelo DNIT. Este sim tem que se manifestar a respeito dos problemas da ponte.

    Inerte, o DNIT até agora não faz nada, pois sabe que quem comanda a pasta é o pessoal do Cachoeira.

  12. Anônimo

    25 de maio de 2012 - 11:06 - 11:06
    Reply

    Hiroshi
    Esse desgoverno está cada vez mais desacreditado, até quando o cara vai reformar uma ponte, que sem dúvida vai ajudar no sistema viário, o povo nao acredita mais, não votei, não voto nele, mas pelo amor de Deus, não conheço uma obra que não cause transtorno pra todos, deixem o homem trabalhar, kkkkkkkkkkkkkkkk

  13. Augusto

    25 de maio de 2012 - 10:23 - 10:23
    Reply

    Luis,
    Não viaja vai…. metrô em Marabá??? rsrs
    sobre as carretas, elas vazias pesam mais que 20ton meu amigo.

  14. Anônimo

    25 de maio de 2012 - 10:15 - 10:15
    Reply

    O Comercio da velha ja caiu uns 70% nos ultimos tempos, deveriam ter fechado a ponte no fim do mes. Agora o principio do mês nós vamos ter novamente aquele tumulto e os clientes não vem pagar nem comprar. Ja faz meses que sofremos. Este sofrimento nao acaba nunca?

  15. Luis Sergio Anders Cavalcante

    25 de maio de 2012 - 09:25 - 9:25
    Reply

    Hiro, embora leigo no assunto, acho que a PMM deveria vir a público dar satisfação sobre o ocorrido no leito da ponte nova liberada para o tráfego e depois de alguns dias, interditada para reparos, quando ficou visível que algumas partes da concretagem simplesmente racharam, fato presenciado por quem passava ao lado na ponte velha. Alguma coisa aconteceu, é lógico. Remendar concreto (o que foi feito) já é possível ? É recomendavel? Após os “remendos” passou-se uma camada asfáltica, e, à princípio, ficou bom (enquanto leigo) acho. Será que tem a ver tambem com o constante uso diario por carretas bí-trem com mais de 20 Ton. ? Achei esquisito a coisa. A ponte velha mostrou até hoje a que veio, não ? Suportou bem quando exigida. Esperamos que as reformas/reparos na ponte antiga fiquem a contento e não demorem muito, pois numa cidade onde 3 anos atrás, tinham emplacados pouco mais de 30 mil veículos, hoje esse número já dobrou. Aliás, caro Hiroshi, embora – repito – leigo tambem no assunto transporte público, acho que nossas autoridades já deveriam estar, ao menos pensando, em termos de metrô para a cidade, pois os atuais coletivos(ônibus), taxís-lotação e etc… já se mostram insuficientes e demorados para a demanda. Em 25.05.12, Marabá-PA.

  16. Abigail

    24 de maio de 2012 - 23:20 - 23:20
    Reply

    Ai meu Deus…
    Socorro. Não aguento mais isso. Toda vez fico perdida, mais do que normalmente sou.

Leave a Reply to Otasnes

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *