Hiroshi Bogéa On line

Política sem- vergonha

Por onde anda, em Parauapebas, o ex-deputado Faisal Salmen promete instituir no município o “Dia da Vergonha”-, caso obtenha o direito de legislar futuramente no município. Ele é pré-candidato a vereador.

A inusitada proposta, segundo o nem sempre bem equilibrado emocionalmente político, é para lembrar, anualmente, a data em que a Vale teria anunciado a construção de uma siderúrgica em Marabá.

Faisal defende o empreendimento em seu município.

Como tudo o que vem de Salmen tem espesso grau de passionalismo, esse é mais um lance dele que vai para o folclore político.

Post de 

2 Comentários

  1. William Bayerl

    9 de abril de 2008 - 18:51 - 18:51
    Reply

    Se Faisal usasse sua capacidade para o bem seria um dos nomes mais respeitados em todo o Estado do Pará, infelizmente seus problemas emocionais e seu caráter egocêntrico o fazem ir a passos largos para a vala dos indesejáveis.

    Entre os sensatos, uma coisa é unânime: a eleição de Faisal representa um retrocesso para Parauapebas.

    O que se espera dele de fato é que continue, juntamente com outras figuras folclóricas da cidade, a produzir pérolas que rendam boas risadas nas mesas dos bares.

  2. renatinho

    8 de abril de 2008 - 15:55 - 15:55
    Reply

    Se esse Faz-sal for eleito vereador em Parauapebas, precisará sem instituído o dia da eleição como Dia da Vergonha ou da falta de vergonha de um povo que eleger um desequilibrado e TRUCULENTO animal desses.
    Mas parece que ele não poderá ser candidato pois tem suas contas de 1989 rejeitadas pelo TCM e com ação na justiça por improbidade.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *