Polícia Civil prende três envolvidos em crimes de abuso e exploração infanto-juvenil praticados pela internet

A Polícia Civil do Pará deflagrou, na manhã desta quinta-feira (30), a nona fase da operação “Luz na Infância”, com o objetivo de apurar e reprimir crimes de abuso e exploração infanto-juvenil praticados através de meios virtuais.

A operação é nacional, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e realizada de forma simultânea em 13 estados brasileiros e outros seis países.

No Pará, a operação foi coordenada pela Divisão de Combate a Crimes Contra Grupos Vulneráveis Praticados Por Meios Cibernéticos (DCCV/DECCC). Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, nas cidades de Belém e Ananindeua, que resultaram na prisão em flagrante de três homens pelo crime de armazenamento de conteúdo pornográfico infanto-juvenil em dispositivos eletrônicos.

Um dos homens também foi preso pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munição.

Além das prisões, também foram apreendidos diversos dispositivos eletrônicos, como discos rígidos, aparelhos celulares, pendrives e tablets. De acordo com a delegada Lua Figueiredo, da Diretoria Estadual de Combate a Crimes Praticados por Meios Cibernéticos, os aparelhos apreendidos serão encaminhados à perícia para reunir informações que permitam esclarecer o modo de atuação dos acusados e identificar outras pessoas envolvidas nos crimes apurados.