Hiroshi Bogéa On line

Poder de síntese

Das duas, uma: a direção de Jornalismo ficou preocupada em deixar claro tratar-se exclusivamente de material jornalístico – sem interesse comercial -, ou, por ter sido exatamente assim, extraiu propositalmente da entrevistada o tempo que ela, como autoridade maior do Estado, merecia ter (como tinham Almir e Jatene), para explicar melhor os tema abordados em 78 rotações.
Moral: Ana Julia, entrevistada pelo competente Salomão Mendes, na TV Liberal, deixou de ser explorada como deveria na abordagem de temas que afligem todo o Estado, um ano depois de assumir o governo.
Salomão e a governadora correram demasiadamente, chegando às vias de se ‘atropelarem’.
Depois da entrevista, o “Bom Dia Pará” seguiu, normalmente, bom tempo no ar.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *