Hiroshi Bogéa On line

Pocilga encomendada

Pato no tucupi
A governadora do Pará, Ana Julia Carepa (PT), que coleciona ex-namorados (e manicure e parentes e aderentes) em seu governo, já está de romance novo – o quarto, desde que assumiu o cargo.

Título e nota acima levam assinatura do colunista Cláudio Humberto.

Especialidades assim de “alfinetar” a vida pessoal da governadora engomam, com amaciante e tudo, a atividade do comunicador no mesmo pano aético e fedorento de profissionais de cor amarronzada.

Faz parte, sim, do link real da fofocaria alimentada pela oposição desmoralizada do Pará.

Não à toa, CH tem seu cordão umbilical ligado a Fernando Collor de Mello.

Post de 

3 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    2 de abril de 2008 - 15:07 - 15:07
    Reply

    As relações pessoais – sua vida íntima – da governadora são sagradas. A dela ou de qualquer pessoa. Nenhum jornalista tem o direito de percorrer esse trecho com objetivos sacanas.

  2. Anonymous

    2 de abril de 2008 - 14:54 - 14:54
    Reply

    DEIXA O RAPAZ TRABALHAR, AFINAL PORQUE TENTA TANTO DEFENDER A GOVERNADORA DO ESTADO DO PARÁ, SENDO QUE VOCÊ, SE QUER FAZ PARTE DE SUA ASSESSORIA. AFINAL, CADA QUAL COM SUA OPINIÃO, POIS VOCÊ TEM AS SUAS NO QUE DIZ RESPEITO A OUTROS POLITICOS DA REGIÃO, TAL COMO O ATUAL CURIÓ E OUTROS MAIS….

  3. Anonymous

    1 de abril de 2008 - 23:05 - 23:05
    Reply

    O Claudio Humberto é isso e muito mais: do que há de pior. Quem não lembra como ele tratava o ex-governador Simão jatene? Não acho, caro Hiroshi, que seja obra da oposição a governadora Ana Júlia. Da mesma forma como não achava que antes era plantação da turma de oposição ao ex-governador.
    O que o CH gosta mesmo é de um “dim-dim”. E isso todos sabem.

    Antonio Fernando

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *