PM mata extrativistas de açaí achando tratar-se de piratas

Publicado em 16 de abril de 2020

Um grupo de extrativistas de açaí foi atingido por tiros de policias militares, após serem confundidos com piratas, na noite da última terça-feira, 14, no município de São Sebastião da Boa Vista, na ilha do Marajó.

Pai, filho e um empregado, estavam em uma embarcação pequena e voltavam do local da atividade de extração do açaí. No caminho, foram surpreendidos por uma outra embarcação, em que estavam os policiais.

De acordo com populares, o trio pensou que ocupantes da outra embarcação fossem praticar um assalto e dispararam um tiro. Os policias, no outro barco, reagiram efetuando disparos contra a canoa, acreditando também se tratar de piratas.

Segundos após a confusão iniciar, um dos policias focou uma lanterna na direção da canoa e avistou os extrativistas. Um deles gritava pedindo ajuda para socorrer o filho, um adolescente de 14 anos que acabou morrendo.

Ainda segundo informações de populares, assaltos são comuns na região anoite principalmente nas circunstâncias em que a confusão aconteceu. Além do adolescente, o empregado também acabou morrendo, e o pai estaria internado em estado grave.

Um apoio da Polícia Civil teria sido acionado para prestar assistência na ação. (Roma)