PF na cola de fraudadores do Auxílio Emergencial

Publicado em 22 de julho de 2021

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (22), a operação “Animu Fraudandi”, em seis estados — o Pará entre eles —, para combater fraudes relacionadas a benefícios emergenciais.

É a 114ª operação nesse sentido no Brasil, mirando pessoas que se aproveitam de programas sociais que deveriam ser direcionados a pessoas realmente necessitadas durante a pandemia de covid-19.

No estado, estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão e sequestro ou bloqueio de bens e valores, expedidos pela 4ª Vara Criminal Federal.

Segundo nota da Polícia Federal, “a Hipótese Criminal investigada na operação deflagrada nesta quinta-feira no Pará cinge-se aos crimes de furto qualificado mediante fraude, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, praticados por indivíduos que teriam se beneficiado de valores fraudados do auxílio emergencial de, ao menos, 20 vítimas”.

Caso os crimes sejam comprovados, os indiciados podem ser punidos com até 20 anos de prisão, além de multas e ressarcimento de valores.