Hiroshi Bogéa On line

PF libera funcionários, mas Incra continua ocupado

 

 

Surpreendidos esta manhã por um grupo de mulheres  sem-terra, funcionários do Incra ficaram algumas horas reféns das manifestantes, no interior da sede do órgão, em Marabá, até o encerramento de bem sucedidas negociações entre agentes da Polícia Federal e lideranças de sem-terras.

Os funcionários foram liberados, mas a sede está ocupada.

Motivo, o de sempre: falta de atendimento às inúmeras reivindicações dos colonos em busca de melhorias nos assentamentos.

A novidade da ocupação desta manhã, é que ela está sendo feita apenas por mulheres.

 

———————

Atualização às 15:10

Agente da PF informou ao blog que o grupo manifestantes é constituído por cerca de 500 mulheres.

Dentro de alguns minutos, a liderança do movimento discutirá com a Superintendência Regional do Incra a pauta de reivindicações, quando então decidirá se as sem-terra permanecem ou não no interior do prédio ocupado.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *