Hiroshi Bogéa On line

Pesquisadores e alunos da Unifesspa recebem treinamento para pesquisa de preço

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) em parceria com a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) se uniram para implantar o Laboratório de Inflação e Custo de Vida de Marabá. Entre as últimas atividades desenvolvidas nesta parceria, aconteceu no período de 21 a23 de junho, uma programação de treinamento e realização de pesquisa exploratória nos estabelecimentos comerciais de Marabá.

O convênio de cooperação técnica e financeira foi implementado na Unifesspa por meio do Instituto de Estudos de Desenvolvimento Agrário e Regional e sob a responsabilidade da Coordenação do Curso de Ciências Econômicas.

Os itens pesquisados para a cesta de consumo estão em fase de finalização considerando as informações da POF-Pesquisa de Orçamento Familiar, pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e que servirá de base para a formatação e definição da cesta de consumo. A priori, a cesta de consumo será composta por bens e serviços como: alimentos, educação, moradia, saúde, hortifrutigranjeiros, vestuário, cama e mesa, móveis e outros.

A pesquisa trata da coleta de preços em estabelecimentos comerciais que praticam a venda de bens e serviços no varejo. Será levado em consideração os produtos de origem nacional, considerando que o propósito é criar o Índice de Preços ao Consumidor de Marabá, isto é, o índice de inflação em Marabá, explica o professor José Stênio Gonzaga de Souza.

Treinamento Fapespa

O treinamento ocorrido em Marabá fez parte da etapa de planejamento para implementação do Laboratório de Inflação e Custo de Vida de Marabá e foi realizado no Campus I da Unifesspa, em quatro dias.  O treinamento objetivou a qualificação da equipe técnica – professores e auxiliares de pesquisa – no sentido da viabilização do Projeto que irá criar o IPC/Marabá.

A implantação do Laboratório de Inflação e Custo de Vida de Marabá deverá resultar na criação de dois produtos: 1.O índice de preços ao consumidor de Marabá; 2.O custo da cesta básica de consumo familiar em Marabá.

Para o professor Stênio, este “é um projeto inédito na região, e inclusive em relação ao interior do Estado do Pará, e em particular, de grande relevância considerando que irá possibilitar aos alunos de Economia a experimentação do conhecimento adquirido na sala de aula, isto é, será a ponte entre a formação teórica e o conhecimento da realidade local”.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *