Pescadores contestam diretoria “perpétua”

Publicado em 15 de maio de 2012

 

 

Alcançado pelo celular fora de Marabá, o poster teve posicionamento do blog cobrado por alguns pescadores associados a Colônia Z-30  quanto a eleição para escolha da nova diretoria da entidade, que vem sendo presidida há várias décadas por  Antônio Rodrigues, mais conhecido por “Bibi”.

Duas pessoas dizendo-se pescadores –  Aluísio e  Zezinho – narraram, em demorados telefonemas, conflitos existentes dentro da Colônia gerados a partir da “administração ditatorial do “Bibi”, que não permite a participação dos associados e ainda não quer que haja chapa oposicionista registrada para competir com ele”.  Ambos garantem que Antonio Rodrigues está “fazendo de tudo” para impedir o registro de uma chapa liderada pelo pescador Raimundo Nonato Miranda Viana, que  contaria com apoio de dezenas de colegas, insatisfeitos com a gestão da atual diretoria.

Como algumas ligações de celular feitas pelo blog para pessoas ligadas a Bibi não tiveram sucesso, ficou difícil checar as informações dos dois supostos pescadores.

Em todo caso, já passa muito tempo da necessidade de Bibi deixar a Colônia Z-30 passar por um processo de renovação. Provavelmente, o controle de tempo que ele  detém sobre a gestão administrativa da entidade bate todos os recordes. Para alguns pescadores,  “a Z-30 passou a ser uma casa do Bibi, onde ele faz o que quer e não aceita a ingerência de nenhuma outra pessoa para contestar suas ações”.

A briga promete, já que os oposicionistas se apegarão a algum promotor de Justiça, buscando garantias ao registro da chapa que pretende encarar Antonio Rodrigues numa disputa direta.