Pesca, portos & gozos

Publicado em 15 de setembro de 2007

Em três tempos, a bem-informada Franssinete Florenzano repercute:

Aplicação
O ministro Pedro Brito, da Secretaria Especial de Portos, anunciou que irá investir R$2,7 bilhões na infra-estrutura portuária do país. O planejamento inclui ainda a injeção de R$1,4 bilhão, até 2010, na realização de obras de dragagem em 15 portos brasileiros. Será que vai pingar algum dindim para a CDP?

Se o governo do Estado não priorizar essa questão dos corredores de exportação do Pará, à serviço dos interesses de grupos empresariais do Nordeste e Sudeste do país, o ministro Pedro Brito não deixará nem o “cheiro” dessa grana exalar por nossas paragens, quanto mais “pingar”.
Sucesso da função logística dos portos mede-se pelo nível, intensidade e qualidade dos serviços prestados.
————–

Oriximiná é TOPE
Começa amanhã o tradicional torneio de pesca esportiva nos lagos Caipuru, Castanho, Xiriri, Curupira, Acapuzinho e Salgado, em Oriximiná. Une diversão e consciência ambiental por meio da pesca esportiva, modalidade em que o participante devolve o peixe que foi pescado à natureza. Hoje tem noite cultural com apresentação de grupos de danças, competições de histórias de pescador e desfile das candidatas ao título Rainha do 7º Torneio Oriximinaense de Pesca Esportiva – TOPE.

Se o poster soubesse desse torneio com antecedência, estaria hoje em Oriximiná. A pesca em lago é uma delícia!
————–

Moderação, só na mesa.
Por essa os marmanjos não esperavam: atividade picante na cama é recomendação médica. O sexo é fator preventivo de câncer da próstata. A abstinência prolongada – dizem os especialistas – provoca o represamento de secreção na glândula prostática, aumentando a possibilidade de uma infecção seminal. Exemplo de comportamento de risco é o coito interrompido, que facilita a infecção.

Nota do blog: então… ‘vâmo’ que ‘vâmo’ !