Pés nos chinelos

Publicado em 28 de abril de 2009

A partir de maio, José Sales assume a secretaria de Segurança Pública do Pará em substituição ao titular Geraldo Araújo, que sai de férias inicialmente planejada para curti-la na Europa, ao lado de familiares.

Bom momento esse escolhido por Geraldo para descanso, exatamente quando as forças de segurança se esforçam no cumprimento das complicadas operações de reintegração de posse de áreas invadidas.

Como ele se afastará do cargo no período em que os órgãos sob seu comando passarão a encarar a difícil retomada de fazendas invadidas no Sul do Pará, a indagação correndo gabinetes questiona até que ponto Geraldo Araújo controla realmente, com autoridade, a SSP.

O desgaste dele se espraia.

A última entrevista coletiva na qual ele disse que o governo não trataria a onda de invasões como caso de polícia, caiu como uma injetável paralisante no animo da tropa que se encontra em campo cumprindo os mandados de reintegração. Na visão de graduados subalternos, o secretário pode até ter dito uma verdade, mas anunciada em momento impróprio.

Conseqüência da desastrada entrevista? Geraldo saiu de foco.

Quem está colocando a cara diante dos holofotes, observem, é o Delegado-Geral da Polícia Civil, Raimundo Benassuly.