Permanente luta contra desperdício e empreguismo

Publicado em 26 de janeiro de 2013

 

 

A economia de guerra adotada por João Salame dentro da prefeitura, desde o primeiro dia do novo governo, provisiona ainda recursos para pagar prestadores de serviços e fornecedores, até o final do mês – num esforço para que o nome do município de Marabá volte a ter credibilidade -, e o comércio  local readquira a confiança nas potencialidade da prefeitura posicionar-se como indutora, também, da economia.

Mas é bom deixar claro que esse novo cenário de reconstrução da cidade só está sendo possível graças a conduta dura do prefeito municipal em brecar, sob todos os aspectos, o empreguismo, o apadrinhamento de funções fora da capacidade de gerenciamento das secretarias, e o descontrole de caixa comumente verificado até mesmo no início de novas gestões.

João Salame  tem repetido a secretários,   e demais auxiliares,  que as medidas de  contenção de gastos e da quebra de paradigma das contratações de afilhados políticos sem nenhum critério de gestão,  serão permanentes. “Temos pouco tempo para aproveitar todo esse trabalho de grupo que realizamos e reafirmar o nosso comprometimento com o projeto político de fazer as mudanças que Marabá precisa”, disse ele em recente reunião. “Depois desse primeiro mês de muito aperto e de entrega total à luta contra o desperdício, não pensem que tudo será esquecido e que novamente  cairemos na neblina. Nossos métodos de combate a tudo o que compromete o dinheiro público deverão ser sempre atualizados e reafirmados”, disse, numa demonstração de que seu estilo de governar buscando  recursos para investimentos será uma marca permanente.

Em toda reunião com auxiliares, ou em audiências concedidas individualmente, Salame impressiona pela  clareza de sua luta contra o empreguismo e o desperdício de recursos. Repete sempre a  balada: – “Vamos economizar, vamos contratar apenas o necessário”.

A sinceridade de seu  compromisso com o projeto político-administrativo que idealiza, e sua surpreendente consciência de saber que deverá estar permanentemente em alerta contra aqueles que não  seguirem suas orientações, já que sempre aparece um secretário capaz de “pular a cerca”, têm causado admiração pela abnegação com que persegue  a rota projetada para a obtenção de sucesso de seu governo.