Hiroshi Bogéa On line

Perigo na ponte do Moju

Três dias antes da tentativa de assalto a um motorista de caminhão, sobre a ponte do rio Moju, família que  fazia o mesmo percurso dentro de um veículo, passou por momento de sufoco, nem bem o carro colocou os quatro pneus sobre a ponte.

Dois homens armados surgiram, de repente, no meio da pista de rolamento, obrigando o motorista da camionete L-200  acelerar desesperadente em direção a um dos bandidos, que se jogou ao lado para nao ser atingido pelo carro.

O parceiro do marginal, espantado com a cena, saiu correndo,

Sorte do condutor,  de seus dois filhos e esposa, acompanhantes.

Post de 

2 Comentários

  1. Andre Ribeiro

    4 de janeiro de 2011 - 18:22 - 18:22
    Reply

    Nao!! Isto é reflexo da politica de segurança publica do governante passado. Ou vc não assiste aos assaltos com sequestros em Belem.
    Foi por isto e outras situaçãoes como as estradas mal conservadas e a inercia de seu governo turbulento.
    Te atualiza o meu!!!

    E olha que eu gosto da Ana Julia Carepa. Acho que perdemos uma boa governante, mas suas secretariais vendidas ao PMDB f… sua reeeleição.

    Simao Jatene é inacessivel aos pobres e trabalhadores. Já Ana Julia carregava o PT do Pará sozinha.

    Não é questão de quem está governando, é questão de ação, fazer acontecer.

  2. Anonymous

    31 de dezembro de 2010 - 05:25 - 5:25
    Reply

    Cara! Será que isso já é o reflexo da chegada do tucanato ao poder novamente? Antes era assim todos os dias nas estradas do Pará. Tenho a leve impressão que houve uma redução nos últimos 4 anos. Não sei se foi só impressã? Acredito que não. Até porque ocorreu aumento do número de policiais nas ruas e estradas. Foi realizado concurso público, contratação, capacitação, estruturação bélica e móvel, além de estruturação física de prédios.
    Vamos ter que nos acostumar.
    Até 2011. Espero que com saúde e muita disposição para dar continuidade ao belo espaço de debate de idéias e ações.

Leave a Reply to Anonymous

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *