Pequenas considerações

Ainda imagens do Dia do Águia.

Em carro aberto do Corpo de Bombeiros, o capitão do time Edikleber e o jogador Lê lideraram a festa, ao lado do presidente Ferreirinha, deputado João Salame e João Galvão. Aliás, esses três foram os fundadores do time enquanto escrete profissional. Hoje, é importante, sim, saudação ao esforço e o talento dos atletas e do técnico Vitor Jaime, responsáveis diretos pela conquista. Mas nunca é bom esquecer de quem organizou o time, arrumou recursos e garantiu sua existência.

João Salame foi o primeiro presidente, deu visibilidade ao time, implantou a política de pagar salários e fornecedores em dia, valorizar a prata da casa e contratar de acordo com o orçamento do clube. Mesmo depois de sair da diretoria nunca deixou de apoiar a equipe comandada por Ferreirinha.

O atual presidente Sebastião Ferreirinha (PSB) destaca-se pela obstinação e competência com que conduziu o time nos últimos sete anos, por sua paixão e por ter mantido a política de pés no chão que levou o time marabaense ao título. Não por acaso a foto com Ferreirinha, Salame e Galvão, os três mosqueteiros do Águia, está em todos os jornais do Estado, sobre o carro do Corpo de Bombeiros.