Pelo controle da Emater

Publicado em 23 de março de 2011

 

Não é menos intensa a disputa pela ocupação de cargos da Emater, no Sudeste.

Em Marabá, a substituição da extensionista social Maria de Fátima Monteiro Sousa, da coordenação do Escritório Local de Marabá pela agrônoma Lélia Jorge Barbosa, está gerando todo tipo de discussão. Leila Jorge é  indicação pessoal do Diretor Técnico Humberto Balbi Reale Júnior.

Fátima estaria contando com apoio do federal Wandenkolk Gonçalves (PSDB) e do  estadual Tião Miranda (PTB). Muito querida e respeitada pelos agricultores  e técnicos, ela exercia o cargo desde 2004.

Para a UDM (Unidade Didática de Marabá),  Tião Miranda está indicando o paisagista João Ancelmo, enquanto o supervisor Walter Ferreira tenta emplacar o agrônomo Genival Reis.

Para  Supervisor-Adjunto,  Wandenkolk  está indicando o técnico em agropecuária França, proveniente de Itupiranga.

Em  Domingos do Araguaia, a  supervisão regional pediu o cargo do pedagogo Damião Santos, alegando questões de vinculação política com o Partido dos Trabalhadores. Ele seria substituído pelo  agrônomo Roque Flor.

Mas, o vereador Luiz Alves dos Reis “Paixão” está articulando junto ao estadual Tião Miranda (PTB) a permanência de Damião, com apoio do prefeito Jaime Modesto.

 Em São João do Araguaia até o ex-prefeito Marisvaldo Campos faz suas sondagens para tentar emplacar  a técnica em agropecuária Raimunda Maria, em substituição de Paulo César (ligado ao PT), na Emater.