Pega leve

A direção do MST precisa esclarecer à sua militância enfurecida que repórteres não são jagunços de fazendas e nem animais ariscos para serem enxotados do palco de suas invasões. A retenção por gente do MST de uma equipe do Correio do Tocantins, na fazenda Maria Bonita, mostra o quanto alguns integrantes do movimento, a cada dia, nutrem ódio pelo mundo externo ao seu status quo.

Que nem raivosos rebeldes tribais africanos.