Hiroshi Bogéa On line

Pedágio indigesto

Para quem faz eventualmente a travessia, R$ 19,50 cobrado por carro pequeno de Belém ao Porto do Arapari, não pesa no bolso do motorista. Mas para aqueles que moram na capital e trabalham em Barcerena, indo e vindo, diariamente pela balsa, é salgado. Bem salgado. Pelo menos a grita existe no porto do monopólio.

Optando em fazer o trajeto pela Alça Viária, distancia de 200 km, ida e volta, o cidadão encarece mais ainda a viagem.

Se correr o bicho pega, se ficar… Perde o emprego.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *