Hiroshi Bogéa On line
Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    14 de maio de 2010 - 16:36 - 16:36
    Reply

    outra coisa que precisa ser notado no Peba é o enriquecimento dos gestores e vereadores que fazem parte da caixinha. E dos assessores. Teve um lá que colecionou motos estrangeiras. O prefeito atual, segundo o Ratinho denunciou comprou a maior fazenda de jandaia do Sul (PR), uma prefeita tem um condominio numa torre chiquérrima no Itain Bibi (SP). Também pudera, com aquela grana que rola lá..

  2. Quaradouro

    12 de maio de 2010 - 20:00 - 20:00
    Reply

    Caro:
    Infelizmente, o significado econômico do Município de Parauapebas não têm correspondência com o desenvolvimento social. Com tanto dinheiro transitando pelos cofres públicos, era de se esperar que a cidade e seus habitantes possuissem qualidade de vida mais digna.
    Ao contrário,Parauapebas rivaliza com Marabá em termos de assassinatos não deslindados, crimes contra o patrimônio privado e outras versões, pobreza e desemprego.
    A justificativa, para uma e outra, de que segurança pública é responsabilidade do Estado, só do Estado, não se justifica: todo município é responsável pela integridade de seus moradores.

  3. .

    12 de maio de 2010 - 19:02 - 19:02
    Reply

    Rapaz, eu passei 15 dias em Parauapebas, em 2007, dando aula pela UFPA. Fiquei completamente impressionada!!
    Porque não só a riqueza. Talvez numa proporção muito maior, crescem as mazelas sociais de uma cidade onde a fama corre longe, sobretudo nas regiões mais carentes do Nordeste e Centro-Oeste do país.

  4. Anonymous

    12 de maio de 2010 - 18:16 - 18:16
    Reply

    O Pará é privilegiado pela natureza e o município de Parauapebas é um fenomeno de crescimento,orgulho dos paraenses,mas exportar materia in natura é muito diferente de exportar industrializados,são classificações distintas;é bom citar.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *