Pau que nasce torto…

Publicado em 3 de novembro de 2007

A reação do Ministério Público às incursões diabólicas de inspetores do TCM nas prefeituras do interior é a prova definitiva de que a direção do Tribunal de Contas dos Municípios até agora nada fizera para afastar de vez da vida pública seus servidores carimbados. Expõe a bandalheira como regra institucionalizada nos setores mais importantes do órgão.