Patrimônio
As cidades de Parauapebas, Canaã e outras das vizinhanças já veem no Águia uma expressão de sua auto-estima e isso contribui para diminuir, sem que se esqueça, o sofrimento do povo em busca de dias melhores. Atrasamos o horário de fechamento desta edição para dizer à posteridade: que o vôo do Águia foi brilhante e que muitas outras decolagens virão. O sinal dessa possibilidade aqui na capital, em Belém, foram os bares e restaurantes, e milhares de lares de belenenses, onde torcedores do Papão e do Leão, grudados na televisão, se uniram, torcendo pelo Águia de Marabá.
Trecho do Editorial do jornal Público, ediçao de ontem, 23.