Passsional

O promotor de Justiça de Marabá, José Luiz Furtado, disparou três tiros contra sua esposa Edinéia. Um dos disparos atingiu a vítima que se encontra hositalizada em Marabá.

A superintendente Silvia Mara informou agora a pouco não ser esta a primeira vez em que o promotor pratica ato delituoso contra a esposa.

Motivação do crime seria ciúme.

Agora, cabe a pergunta: o crime praticado pelo promotor será investigado como se investiga delito do gênero?