Hiroshi Bogéa On line

Passsional

O promotor de Justiça de Marabá, José Luiz Furtado, disparou três tiros contra sua esposa Edinéia. Um dos disparos atingiu a vítima que se encontra hositalizada em Marabá.

A superintendente Silvia Mara informou agora a pouco não ser esta a primeira vez em que o promotor pratica ato delituoso contra a esposa.

Motivação do crime seria ciúme.

Agora, cabe a pergunta: o crime praticado pelo promotor será investigado como se investiga delito do gênero?

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    18 de fevereiro de 2008 - 21:02 - 21:02
    Reply

    Hiroshi,
    Pobre mulher,mas o que poderia receber de um cidadão como esse que só anda bebendo, alias ele é um porre…O povo espera justiça e justiça..Estou revoltado com o caso.

  2. JOSÉ DE ALENCAR

    18 de fevereiro de 2008 - 17:30 - 17:30
    Reply

    Hiroshi,

    Crime é crime, qualquer que seja o autor. Violação de direitos humanos é violação de direitos humanos. Espera-se que as instituições jurídicas funcionem a contento, neste e em todos os casos.

  3. Anonymous

    18 de fevereiro de 2008 - 14:56 - 14:56
    Reply

    Hiroshi, estou chocada com a atitude do promotor que deveria ser o primeiro a cumprir a lição de casa. Esse fato merece ser denunciado em rede nacional.

  4. Hiroshi Bogéa

    18 de fevereiro de 2008 - 14:11 - 14:11
    Reply

    Parceiro, com todo prazer. Estou na ilharga. A turma fica deslizando, com medo. Até na PC. Mas tenho encontro com Silvia Mara logo mais para exztrair o que puder.
    Prisão? Não, o doutor não foi preso.
    Mais tarde solto post.
    abs

  5. Juvencio de Arruda

    18 de fevereiro de 2008 - 13:56 - 13:56
    Reply

    Bogéa, por favor traga mais detalhes sobre este triste caso, quando puder.
    Ele já foi preso? A puliça está em seu encalço?
    Já está no Quinta, a infausta notícia.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *