Hiroshi Bogéa On line

Parmalat

O investimento que a Parmalat anunciou pretende aplicar em Paruapebas na montagem de uma estrutura industrial pode provocar o fechamento, no futuro, de pequenos laticínios existentes no corredor de Carajás. Quem alerta é Antonio Sabino Filho, advogado de uma micro empresa produtora de queijo , ao analisar os critérios de atuação no mercado da multinacional italiana. “Eles vão praticar concorrência desleal na compra do leite, deixando os pequenos na rua da amargura”. De Canaã a Eldorado são mais de 30 pequenos laticínios produzindo queijo que é exportado para o Nordeste.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    24 de maio de 2007 - 19:17 - 19:17
    Reply

    SOU ZOOTECNISTA, ESTOU ME FORMANDO EM PARAUAPEBAS. a VINDA DA PARMALAT É UMA OPORTUNIDADE ÚNICA DE INTRODUZIRMOS UMA NOVA MATRIZ TECNOLÓGICA PARA OS PEQUENOS PRODUTORES E EMPREGO PARA EM TORNO DE 300 PESSOAS ENTRE ELAS 100 TECNICOS AGRÍCOLAS/ZOOTECNISTAS.ISSO É RUIM? QUNATOS MUNICIPIOS GOSTARIAM DE TER A PARMALAT COMO GERADORA DE EMPREGOS. O LOCAL DE INSTALAÇÃO AINDA NAO ESTA DEFINIDO EMBORA O PREFEITO DE PARAUAPEBAS TENHO DENOVO SAIDO NA FRENTE.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *