Hiroshi Bogéa On line

Parauapebas: ventos gerais

Revendo amigos em Parauapebas, é gratificante manter-se atualizado ouvindo boas e seguras fontes.

Em dois dias presente na cidade, conversamos com o ex-vereador ( e blogueiro) boa praça Wanterlor Bandeira, revigorando o mapeamento eleitoral do município.

Rápido bate-papo com o  jornalista Flávio Sacramento, com quem agendamos nova rodada de troca de prosa.

Adãozinho, o melhor motorista de taxi da cidade, a quem o poster recorre nos momentos dificeis de checagam de um fato. Ele entrega as paradas em cima da hora.

Claudinho Feitosa, secretário municipal de Cultura, sempre estimulado – e estimulando os outros -, com seus projetos culturais,  já está envolvido com a programãção do carnaval.

Não é a toa que o blog o considera o melhor secretário de Cultura do Pará.

Já na terceira edição do Curta-Carajás, o festival de cinema idelizado pelo Cláudio projetou Parauapebas, além-mar. Prova disso, é o número significativo de cineastas europeus interessados no evento.

Ponto obrigatório do blog é na barreira-alfandegária da Vale, aquela intransponível cerca que monitora quem entra e sai de Carajás. No pé da serra, a gente ouve funcionarios da mineradora, ausculta o sentimento de cada um, tomando ciência do que se passa nos projetos e o tipo de relacionamento empresa-empregado.

Toda vez é o mesmo sentimento: Parauapebas irradia extraordinária capacidade de pulsação. Parece existir ações ocorrendo em simetria, numa corrente-contínua avassaladora.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *