Hiroshi Bogéa On line

Parauapebas tem diesel mais caro do Pará cujo estado aparece em segundo no país

Informação é da repórter  Luciana Marschall:

 

O Pará aparece na segunda colocação do ranking nacional relacionado ao valor pelo qual o Óleo Diesel (s10) é comercializado. Dentro do estado, a cidade que mais sofre com os altos valores é Parauapebas, na região sudeste.

O estudo foi divulgado nesta terça-feira (14) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) do Pará, com base no óleo que foi comercializado em postos de combustíveis do estado no mês de junho, com informações da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Conforme o levantamento, o preço médio do litro do produto apresentou pequena queda de 0,90% em relação aos preços médios verificados no mês anterior, maio. Houve recuo, também, de 16,30% no primeiro semestre deste ano.

Em junho, o litro do Óleo Diesel (s10) no Estado do Pará foi comercializado em média a R$ 3,383, com o menor preço a R$ 2,850 e o maior a R$ 4,230. No mês de maio, o preço médio do litro do produto foi de R$ 3,414, com os preços oscilando entre R$ 2,890 e R$ 4,230.

Parauapebas foi o município que, em média, comercializou o litro do Óleo Diesel (s10) mais caro no mês de junho, custando R$ 3,909, seguido de Alenquer (R$ 3,850), Altamira (R$ 3,836), Abaetetuba (R$ 3,695), Belém (R$ 3,672), Conceição do Araguaia (R$ 3,550), Marabá (R$ 3,494), Cametá (R$ 3,490); Redenção (R$ 3,458) e Bragança (R$ 3,432).

A nível nacional, o preço do litro mais caro do país em junho foi comercializado no Estado do Acre, custando R$ 3,925. Em seguida aparece o Estado do Pará, com a média de R$ 3,383. Na sequência do ranking estão Mato Grosso (R$ 3,354), Amazonas (R$ 3,342), Rondônia (R$ 3,337), Alagoas (R$ 3,280), Rio de Janeiro (R$ 3,262), Mato Grosso do Sul (R$ 3,252), Amapá (R$ 3,243) e Roraima (R$ 3,240).

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *