Paraenses protestam contra aumento de tarifa da Celpa

Publicado em 7 de agosto de 2014

 

Fotos Cezar Magalhães/DOL
Fotos Cezar Magalhães/DOL

Neste moento (11:45), centenas de pessoas realizam protestos em frente a sede da Celpa, em Belém,  de nunciando o aumento de 35% na tarifa de energia elétrica.

Conforme informa o portal DOL,  o movimento é denominado de “Não dá para pagar essa conta”, integrado por manifestantes que aderiram à causa espontaneamente.

Diz o site:

 

“Os participantes do protesto realizam pequenos atos, que duram aproximadamente dois minutos, na rodovia Augusto Montenegro, na tentativa de mobilizar mais pessoas para a causa. Nenhuma das pistas, no entanto, seria interditada.

Em entrevista para o DOL, o manifestante denuncia que a Celpa impetrou, no Tribunal de Justiça do Pará, uma ação para tentar proibir o ato público e evitar que a sede da empresa fosse invadida. Ele afirma que isso é um atentado contra o direito de manifesto da população.

Carlos também conta que a mobilização da causa aconteceu, essencialmente, por meio da internet. “O nosso movimento foi se fortalecendo por meio das mídias sociais. Desde ontem à noite, mais de 2000 pessoas apoiaram a nossa causa pelo facebook. Nós faremos ainda um abaixo-assinado digital”.

Para o manifestante, os principais objetivos do protesto são a revisão do aumento e a conscientização da população. “Nós queremos uma revisão de valor para esse aumento, que vai gerar desemprego e muitos problemas para todos os paraenses. Isso é uma vergonha e gera revolta. É uma falta de respeito da Celpa para com a sociedade”, finaliza Carlos Silva.

Até o momento, nenhum representante da Celpa atendeu os manifestantes.”