Hiroshi Bogéa On line

Pará perde a professora Maria Sylvia Nunes, ex-docente da UFPA

O Pará está de luto.

Especificamente o mundo das artes e da Educação.

Faleceu, na madrugada desta quinta-feira (5), a professora Emérita da Universidade Federal do Pará (UFPA), Maria Sylvia Nunes, que na  universidade lecionou as disciplinas de História do Teatro, História do Espetáculo e Teoria do Teatro, além de ter inspirado e apoiado gerações de grupos artísticos não apenas no teatro, mas também na dança e na música.

O falecimento foi anunciado em nota emitida pela Reitoria da UFPA, que se solidarizou com familiares e amigos da professora. Maria Sylvia foi docente da UFPA por trinta anos, fundadora e diretora do Serviço de Teatro da UFPA, atual Escola de Teatro e Dança.

Sylvia Nunes foi casada com o filósofo Benedito Nunes, tinha  90 anos e foi agraciada no ano passado com a distinção por seu trabalho prestado às artes do estado e à universidade.

Criou e dirigiu o Grupo Norte Teatro Escola do Pará, foi premiada em festivais de teatro universitário e recebeu diversas homenagens de instituições acadêmicas e governamentais. Atuou intensamente na difusão da arte e da cultura no estado do Pará, tendo contribuído de modo destacado, entre outros, para a criação e sucessivas edições do Festival de Ópera do Theatro da Paz.

Atualmente, exercia a função de Presidente do Conselho da Editora da UFPA. Em 2019, por decisão do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão, recebeu o título de Professora Emérita da UFPA.

O velório está ocorrendo no Museu da UFPA, localizado na Avenida José Malcher, 1192, das 9h às 15h.

 

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *