Pelo 3º ano consecutivo, Pará mantém redução em índices de violência

O Estado do Pará, pelo terceiro ano consecutivo, permanece entre os estados com redução nos índices de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte.

Os dados são de  levantamento nacional realizado pelo Monitor da Violência, do portal de notícias G1, considerando o período de janeiro a dezembro dos anos 2020 e 2021.

O estudo é realizado com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Entre os meses de janeiro e dezembro de 2021, foram registradas 2.327 ocorrências de crimes violentos, letais e intencionais. No mesmo período de 2020 foram computadas 2.349 ocorrências desses crimes. No período, 22 vidas foram preservadas no território paraense.

Em 2019, foram 2.934 ocorrências.

Ao ser feito o comparativo dos dados de 2021 com o ano de 2018, último ano da gestão passada, quando foram registrados 4.051 casos, o Pará apresenta uma redução de 42% em relação a 2021, demonstrando que segue na contramão dos índices, que aumentaram em 10% na região Norte.

O Pará é um dos estados com queda consecutiva nos índices de criminalidade.

Desde 2019, o Estado realiza a Operação “Polícia Mais Forte”, por meio da Polícia Militar, utilizando viaturas da área administrativa no policiamento nos horários de pico da criminalidade, e ainda mobilizando policiais que estavam de folga ou que atuam na área administrativa.

Eles tiveram parte dessa folga compensada pelo poder público, para que pudessem trabalhar reforçando a segurança pública.

Todo esse esforço foi complementado com investimentos históricos, que incluem aquisição de câmeras com inteligência artificial e veículos aéreos remotamente pilotáveis (drones); instalação do novo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC); ampliação da atuação do Graesp (Grupamento Aéreo de Segurança Pública); entrega de novas viaturas, coletes balísticos e equipamentos de visão noturna, além de novas lanchas, sendo uma blindada para coibir o crime em todas as regiões.

As ações realizadas por meio do Projeto “Segurança por todo o Pará”, que visam descentralizar a gestão da Segurança Pública nas regiões integradas, já estão na segunda fase com a execução dos planos táticos operacionais em algumas regiões, que se estenderá a todas as 13ª Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp) do interior, visando continuar combatendo a criminalidade a partir de ações específicas em todos os municípios paraenses.