Hiroshi Bogéa On line

Papo literário emocionou participantes

 

Papo

 

A participação do escritor Abílio Pacheco na tarde   literária ocorrida na Biblioteca Orlando Lobo (foto), foi um sucesso, encantando quem participou  do encontro.

Quem conta é Claudia Borges, agente cultural da própria biblioteca:

——————-

II Papo Literário com Abílio Pacheco

“A literatura desconstrói ideias, e nos faz ampliar a visão de mundo”.

Cláudia Borges

 

A Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo, no último dia 11/11/2013, em Parceria com SEMED, SECULT, UNIFESSPA, Academia de Letras do Sul e Sudeste Paraense (ALSSP), apresentou uma tarde inusitada com um “II Papo Literário”, que contou com a presença do Escritor convidado Abílio Pacheco, tendo como mediador de leitura, Professor Escritor Airton Souza e os convidados especiais (Dra. Linguística, Professora e Escritora Eliane Soares, Dr. Literatura Professor Gilson Penalva da UNIFESSPA). Vale ressaltar que, trata-se de uma das ações do Projeto Caminhos da Leitura, idealizado e organizado pelas professoras Cláudia Borges e Marluce Caetano (funcionárias da Biblioteca). Esse projeto destina-se para fomento ao livro e a leitura.

 Na oportunidade, participaram duas turmas da Escola Judith Gomes Leitão, que por alguns minutos puderam apreciar um diálogo literário e serem cúmplices de momentos de humor, de literatura, de trocas de experiência de vida.

Nessa tarde, a Biblioteca foi espaço dialógico para suscitar o imaginário, provocar estranhamento, curiosidade e encontrar ideias para solucionar questões humanas, conflitos, impasses da nossa vivência.

É a literatura em suas nuances, sendo compartilhada por estudiosos, escritores, professores e estudantes da rede Municipal de Marabá. Um momento de reflexão, um estalo para o despertar que possibilitará “Ouvir, Sentir e Enxergar com os Olhos do Imaginário”. E assim, entendermos melhor o mundo que vivemos. Um caminho infinito de descobertas e compreensão da vida.

Essa atividade lúdica apresenta o escritor, o mediador de leitura de frente com alunos e leigos da arte de escrever, a fim de, instigar os escritores em potencial, ou seja, o escritor que existe dentro de cada um. Uma experiência marcante que talvez não tenha significância imediata, mas que possa se revelar muito mais tarde.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *