Papão quer ganhar Copa Verde no “tapetão”

Publicado em 24 de abril de 2014

 

 

Já se encontra no Rio de Janeiro representante  jurídico do Paysandu que foi tentar, junto ao  Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD),  caracterizar ilegalidade  na escalação do  jogador Gilmar,  do Brasília.

Como se sabe, o Papão perdeu o título da Copa Verde diante  do time brasiliense, na partida realizada no Mané Garrincha.

Mais informações, extraída do blog do jornalista Gerson Nogueira:

(…) Com endosso da diretoria, o advogado Alberto Maia informou nesta quarta-feira que o clube ingressará com recurso junto ao STJD reivindicando os pontos da partida da última segunda-feira, vencida pelo Brasília por 2 a 1 (com posterior confirmação na cobrança de penalidades). A alegação é de que o jogador Gilmar, autor do primeiro gol do jogo, teria sido escalado de forma irregular. Ele, segundo Maia, teve renovado contrato fora do prazo e não estaria com o nome incluso no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em entrevista ao repórter Dinho Menezes, da Radio Clube do Pará, Maia disse ter confirmado a situação de irregularidade depois de analisar, junto com toda a diretoria do Papão, o Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. “Nós analisamos e verificamos com muita cautela a documentação e chegamos à decisão unânime junto à diretoria do Paysandu de que há realmente uma irregularidade”. O diretor jurídico viaja nesta quinta-feira (24) para o Rio para dar entrada ao processo junto ao STJD. Caso a denúncia seja acatada e julgada procedente, o Paysandu pretende reivindicar o título da Copa Verde e a vaga à Copa Sul-Americana de 2015.