Hiroshi Bogéa On line

Pai de aluno indignado com “protestos”

 

De Djalma G. Junior, o blog recebeu comentário ao post “Prefeitura responde a professores”, demonstrando indignação com  a manifestação de alguns professores, entre os participantes do desfile de 7 de Setembro.

O que diz o comentarista:

 

 

Djalma
2 aprovados
djalmagjunior@bol.com.br
177.75.176.13

Ao ver a manifestação dos professores, consegui entender porque o nível das escolas de Marabá estar tão baixo como atestam vários indicadores.
Professores que deveriam respeitar o dia solene da Independência do Brasil, dando exemplos cívicos para seus alunos, portaram-se de baixíssimo nível e histerismo demonstrando que realmente estamos mal no que tange a educação.
Protestos são validos porem existe hora e local para isto e ali não era local pois agiram da mesma forma de pais que brigam e discutem na presença de filhos.
Educar não é isto e acredito que devido a esta descompostura exista tanta violência entre nossos jovens pois respeito que é bom os professores demostraram não ter e não sabem ensinar.

Post de 

17 Comentários

  1. Anonimo

    10 de setembro de 2013 - 17:29 - 17:29
    Reply

    Esse sr Djalma é uma comedia, vivemos em uma democracia, ai do povo se não fosse as manifestações…..Temos que ir a luta mesmo revindicar nossos direitos que nunca foram respeitados…Quero ver quando esse dinheiro do pré sal vai chegar… se vai vai mudar alguma coisa, pois vi um deputado dizendo que será tanto dinheiro que não vão saber nem o que fazer…. Vamos ver…aja paciência ..

  2. apinajé

    10 de setembro de 2013 - 16:09 - 16:09
    Reply

    transferir aos professores a falta de civismo é no mínimo ser mal intencionado ou detentor de certos privilégios na máquina pública.
    não defendo sindicato,geralmente esses são comandados por pessoas com pouca coragem no trabalho e coragem em excesso para a baderna.
    defendo sim o direito dos professores em se manifestarem,seja em que data for.balela esse negócio que faltou civismo a essa classe que mesmo diante de tantas mazelas tentam como verdadeiros “heróis”formar uma massa de mal educados que são encaminhados as escolas púbicas.

  3. anonimo

    10 de setembro de 2013 - 14:01 - 14:01
    Reply

    Ei hiroschi essa turma que entra aqui defendendo os privilegiados são todos do sindicato, o wndel e seus diretores na frente. eles tem que defender mesmo as vantagens kekekekekek

  4. Adamornogueira

    10 de setembro de 2013 - 13:59 - 13:59
    Reply

    Voce tem toda razão Djalma. Esse movimento de professores deve ter sido organizado por aqueles que não são privilegiados, ligados a esse sindicato que so luta pelo seus benefícios de pelegos e por uma pequena margem de professor que não querem mais saber de ficar na sala de aula como a maioria se sacrifica e fica – entre estes me incluo. É revoltante ver tudo isso e não termos uma outra entidade que se oponha a essa molecagem

  5. Gabriel Barros

    10 de setembro de 2013 - 13:31 - 13:31
    Reply

    Professora Maria, quase todos que estavam no movimento são lotados em sala de aula. Se você está conformada com as condições de sua escola, parabéns, a senhora é uma heroína!

  6. Maria das Dores freitas

    10 de setembro de 2013 - 12:47 - 12:47
    Reply

    Voce tem toda razão Djalma. Esse movimento de professores deve ter sido organizado por aqueles que não são privilegiados, ligados a esse sindicato que so luta pelo seus benefícios de pelegos e por uma pequena margem de professor que não querem mais saber de ficar na sala de aula como a maioria se sacrifica e fica – entre estes me incluo. É revoltante ver tudo isso e não termos uma outra entidade que se oponha a essa molecagem

  7. Robson Cruz

    10 de setembro de 2013 - 12:33 - 12:33
    Reply

    É muito fácil criticar um profissional que luta por um direito salutar e universal: educação de qualidade. Educação esta que cada vez mais tem sido colocada como responsabilidade da escola e do professor; em vez de criticas que tal praticarmos a alteridade (alter=outro) e nos colocarmos no lugar destes profissionais, as vezes não temos paciência com nossos filhos, quem dirá com dos outros. tenho certeza que uma tarde quente em sala de aula lotada e sem ventilação mudaria a opinião até do mais cético. Quanto a achar que o ato de lecionar pode ser feito por qualquer um, ledo engano meus amigos, quem tem essa opinião não tem formação acadêmica suficiente para entender que o nosso país foi alicerçado historicamente através das lutas de classes (Quilombos, Ditadura, Diretas já, Impeachment etc), se algumas pessoas se sentem incomodadas com protestos de educadores, que se mude para a Coréia do Norte, lá é um lugar maravilhoso em que não há protestos e manifestações e todos são felizes.

  8. SINTEPP MARABÁ

    10 de setembro de 2013 - 12:00 - 12:00
    Reply

    Sr. Hiroshi, você sabe que nós nos responsabilizamos pelos nossos comentários! Não sei porque agora você está evitando publicar nossos comentários! Vamos mandar um e-mail para vc com direito de resposta sobre a Nota Oficial da Prefeitura.

    • Hiroshi Bogéa

      10 de setembro de 2013 - 12:28 - 12:28
      Reply

      Sr. Wendel, quais comentários do teu sindicato não foram publicados? Queres que eu atualize os comentários na hora que tu postas as tuas considerações? E quantas vezes queres que o blog publique a tua resposta a nota da prefeitura? Dá uma olhada direito, sindicalista: tua nota foi postada ontem a noite, logo abaixo da nota da PMM. Vou te dar outras respostas, tão logo eu baixe na base em Marabá. Infelizmente estou de viagem, sem acompanhar fulltime esse babado que tu queres construir, em defesa de tua corporação. Vou responder. Aguarda.

  9. SINTEPP MARABÁ

    10 de setembro de 2013 - 11:59 - 11:59
    Reply

    O dia 07 de setembro é um dia nacional de lutas!
    Os professores desfilaram e organizaram o desfile! Mas todos aprovaram que o movimento deveria ser realizado! A coordenação do SINTEPP não age por contra própria, pelo contrário, nós temos que fazer exatamente o que categoria determina. O dia da Independência deveria ser respeitado todos os dias e não apenas no dia 07 de setembro, quando corruptos sobem e palanques para ver nossos filhos desfilar! Acho importante o valor que o Djalma atribui ao dia 07 de setembro, mas na prática o que este pai tem feito para que os nossos filhos tenham de fato um dia de independência?!

  10. apinajé

    10 de setembro de 2013 - 09:43 - 9:43
    Reply

    bom dia a todos.
    o grande problema é confundir educação com formação.
    educação vem de casa e é de inteirara responsabilidade dos pais,querer transferir isso para professores é de uma ignorância sem tamanho,sabemos também que o exemplo vem de cima,como exigir civismo de professores se o que se tem feito nos é exatamente desconstruir sua autoridade,muitas vezes pelos próprios pais de alunos.
    não esqueçam que professores antes de qualquer outra coisa também são pais e mães de famílias e só por isso já teriam o direito de protestar contra o descalabro que assola o país,querer coibir esse direito e pior ainda, transferir a responsabilidade pela falta de civismo do povo,desculpem,é não enxergar o óbvio…falta de civismo é farra com a coisa pública,é a sacanagem que o governo faz com a classe mais desvalorizada na cadeia construtiva de uma nação.
    acorda Brasil,tem que fazer barulho sim,dia da independência,todo dia…aliais,independência?
    um abraço

  11. Djalma

    9 de setembro de 2013 - 23:14 - 23:14
    Reply

    Vamos então mudar o nome da secretaria que abriga os professores. A mesma não é chamada de Secretaria de Educação ?
    Vamos também mudar o sinônimo dos professores que não deverá ser mais Educadores`.
    E aproveitar a deixa e mudar também o juramento que os mesmos fazem ao se formar.

  12. Gabriel Barros

    9 de setembro de 2013 - 22:12 - 22:12
    Reply

    Felizmente a EDUCAÇÃO não é apenas de responsabilidade exclusiva do professor(a). Existe ou deveria existir todo um corpo técnico que operacionaliza o funcionamento de uma escola. Quando os professores e os de(mais) servidores da educação protestaram na simbólica data de Independência do Brasil, o Sr. Djalma, deveria sentir orgulho e não VERGONHA. como é bem explicito no seu comentário. Protestaram sim! Por melhores condições de trabalho que, proporcionalmente, influência no processo de ensino/aprendizagem do discente. Protestaram sim! Por melhores salários, afinal um vereador com nível fundamental ganha mais que um professor no município de Marabá com o título de Doutor. Agora Sr. Djalma, faça uma reflexão e pense se a atitude foi desonrosa com a data simbólica ou com os mandatários que estão no poder.

    • edson morais

      10 de setembro de 2013 - 08:38 - 8:38
      Reply

      o problema não e dos professores e sim do sindicato que supostamente os representa, os professores ainda não percebeu que estão sendo massa de manobra politica para os presidente e diretores, pode observar a grande maioria não estão preocupado com os alunos e sim com o seu proprio ineteresse, a formação dos professores isso não existe, ninguem esta preoculpado se os alunos vai ficar sem ferias, pra terminar, não esta satisfeito, muda de emprego, pois tem gente doido por essas vagas de vcs

  13. Mosavelino

    9 de setembro de 2013 - 20:30 - 20:30
    Reply

    Eu respeito a opinião do Sr Djalma, mais isso não quer dizer que eu concorde com ela, eu acho que o lugar de protestar é ali sim, assim como é em qualquer lugar, com decência é óbvio porque sou contra a baderna de quebrar as coisas dos outros. Agora quanto os professores ou os brasileiros não terem educação serem mau educados eu concordo, porque se tivéssemos educação neste país pelo menos pra saber votar não precisaria as pessoas ou professores estarem na rua protestando contra os desmandos dos políticos, e também contra quebra de contratos antes acertados,porque pelo que pude perceber os professores estão brigando por direitos conquistados que o Sr prefeito está querendo cortar alguns benefícios que eles haviam conquistados e ele mesmo falou que não mexeria em nenhum direito conquistado pelos educadores mais como não se pode confiar em políticos nesse país. Então essa é minha opinião acho que e necessário protestar sim mostrar que estar insatisfeito com este modelo de política nojento que estar ai.

    • Djalma

      9 de setembro de 2013 - 23:05 - 23:05
      Reply

      Deveriam pelo menos respeitar o momento cívico representado pelas homenagens prestadas pela população que ali estava para comemorar a independência do Brasil.

  14. Leonardo

    9 de setembro de 2013 - 19:58 - 19:58
    Reply

    “Pai” não espere que a escola eduque seus filhos, pois essa expectativa era da época dos nossos pais, quando respeitava-mos nossos professores pelo exemplo que eles nos passavam. Hoje escola só serve pra ensinar conteúdo de livros. Ilusão transferir a responsabilidade que hoje é inteiramente dos pais. Mas posso lhe garantir, pais bem educados… filhos bem educados!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *