Os votos de Asdrubal virarão miragem?

Publicado em 16 de dezembro de 2013

 

Ao longo dos anos, o deputado federal Asdrubal Bentes (PMDB)  conseguiu consolidar a fidelização de quase a  metade dos votos dos marabaenses.

Na última eleição, ele obteve mais de 50 mil em Marabá, do total de 87.681 obtidos em todo o Estado.

Em 2014, os votos de Asdrubal estarão flutuando, diante da impossibilidade dele se candidatar, transformado em inelegível pela Justiça Eleitoral.

Muito voto.

Patrimônio eleitoral ambicionado por quase todos os políticos do Pará, e de Marabá, claro.

Quem trabalha para ficar no meio desse paneiro de votos é o empresário Ítalo Ipojucan, atual secretário de Indústria  e Comércio.

Provavelmente, num voo mais ambicioso, Ítalo tentará obter pelo menos parte do formidável patrimônio construído por Asdrubal.

Nos bastidores,  ele trabalha nesse sentido – faz todo tipo de esforço para conseguir a simpatia de algumas lideranças comunitárias e, óbvio, o próprio consentimento do prefeito João Salame – presidente estadual do PRÓS, partido ao qual Ipojucan encontra-se filiado.

Na pior brecha de probabilidade, o secretário da Sicom buscará uma cadeira na Assembleia Legislativa, que deverá ter, outra vez, acirrada disputa pelos mais de 160 mil eleitores marabaenses.

Há fartura de pré-candidatos, nessa seara.