Hiroshi Bogéa On line

Os textos do sociólogo

Passei o final da tarde de domingo lendo os post assinados por Lauande. Exatamente no dia 12 de dezembro de 2006 ele publicava o primeiro: A que fim levou Almir Gabriel?, no qual faz primorosa análise sobre a carreira política do ex-governador. Contestado por um comentarista que discordava da afirmativa de que AG era um político de esqueda, Lauande responde:

Ser de esquerda é algo sempre emblemático. Almir se dizia de esquerda, por isso eu reputo que ele era sim de esquerda. Se ele mudou, paciência. Esse ônus vai ficar na sua bibliografia. Infelizmente.Porque AG é sim um homem que tem ser lembrado, mesmo nas suas contradições ideológicas e políticas.

Sobre o mesmo post, Yúdice Randon é categórico: O texto apresenta não apenas profundidade no conteúdo, mas também a serenidade dos sábios – vindo em boa hora, após as eleições, para que não se suscitem interesses escusos pessoais. Mais uma vez, aprendi muito com a leitura de suas idéias. E confirmei aquilo que, menos judiciosamente, já percebera.Penso que todo cidadão paraense tinha a obrigação de ler este texto.

Lendo atentamente o sociólogo e professor da UFPA, é fácil conferir a contribuição que ela deixa em diversas áreas. Lauande fazia pensar. Impunha reflexão em tudo o que escrevia.

A seguir, resumo de alguns temas abordados por ele durante mais de sete meses em que assinou o blog http://blogdolauande.blogspot.com/

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *