Hiroshi Bogéa On line

Orla virou zona total

 

 

Emeio de morador da orla de Marabá, enviado ao blog denunciando a poluição sonora vada dia mais intensa no logradouro mais visitado de Marabá, às margens do rio Tocantins.

 

Caro hiroshi, volto a bater na mesma tecla: a Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) não serve para nada. A partir de sexta-feira rola competição de som na orla , próximo a Colônia de Pescadores Z30, que vai ate a madrugada. Telefonei para a Semma e a mesma disse que não tinha agendamento para fiscalizar nos fins de semana. O atendente nem mesmo sabia onde andava o carro usado para tal. Pergunto: para que serve mesmo a Semma? A quem devo reclamar? Gostaria que o MP olhasse para este problema e fizesse o órgão atuar em favor da paz e do sossego de cidadãos que precisam acordar cedo para trabalhar.

 

NB – O blog também quer saber  o que faz o secretário da Semma, José Scherer, à frente da instituição. Esse moço sabe perfeitamente da gravidade que se transformou as recorrentes competições de carros tunados em plena madrugada, na orla, sem que até hoje tenha acabado com o problema.

Tempos atrás, chamado pelo celular às 3 horas da manhã por amigo  residente  na orla, o poster se deslocou até o logradouro para constatar, indignado, a farra da disputa sonora, em volume insuportável, promovida noite adentro.

Já que o José Scherer não faz valer a autoridade do órgão, por omissão ou falta mesmo de vontade administrativa, recomenda-se ao Ministério Público dar um freio de arrumação, o mais rápido possível, na baderna.

Post de 

6 Comentários

  1. Anônimo

    6 de fevereiro de 2012 - 23:53 - 23:53
    Reply

    Sou torcedor do Águia,sofri muito no Passado quando perdemos várias vezes mando de campo,por não termos uma praça de futebol que cumprisse com as normas esportiva do nosso estado,foi Maurino que reformou e que mais se preocupou com o esporte local e brevemente teremos um estádio a altura que o nosso povo merece.

  2. Anônimo

    6 de fevereiro de 2012 - 21:15 - 21:15
    Reply

    O único jeito é poupável é o que o governo do Maurino esta providenciando,guarda municipal armada para poder conter os vandálos.quando eu digo que os outros não resolveram nada e que deixaram tudo para o Maurino Fazer.Ex;local para o manuseio do lixo,taxi lotação e moto-taxi,ampliação da frota de taxi,habitação,legalização fúndiária nunca visto em nossa terrana proxima conto mais.

  3. Hiroshi Bogéa

    1 de fevereiro de 2012 - 16:21 - 16:21
    Reply

    Anônimo 15:48, denominar pessoas de “quadrilheiros”, sem prova, é crime. O blog não pagará esse ônus. O comentário foi rejeitado.

  4. Fanny

    1 de fevereiro de 2012 - 15:13 - 15:13
    Reply

    Nossa cidade está abandonada, nenhuma da autoridades competentes se manifesta no sentido de tentar solucionaro caso.
    O descaso com que atendem ao telefone, a falta de boa vontade, de estratégia para autuar os vândalos que importunam com seus carros e seus sons com volumes altíssimos, é imperdoável.
    Somos cidadãos marabaenses, a orla que deveria ser sinônimo de tranquilidade, acaba sendo palco de acrobacias e competição de quem tem o som mais potente.
    Esquecem que a orla não é feita apenas de bares…
    Esquecem que aqui moram famílias…
    É área residencial sim, e merece atenção da Semma, fiscalizando esses abusos.
    Sugerimos como providência que uma viatura fique disponível para essas diligências dentro dos núcleos mais próximos (Velha Marabá, Cidade Nova e Nova Marabá)
    Esperamos uma resposta das autoridades.

  5. Lívia G

    1 de fevereiro de 2012 - 12:22 - 12:22
    Reply

    Se fosse só na Orla tinha jeito, mas esta praga de carros com som está espalhada na Cidade inteira, deveria ser terminantemente proibida a circulações destes tipos de aparelhagem. Talvez assim tivéssemos sossego, já que os órgãos de fiscalização não servem pra nada só mesmo como cabide de emprego, pois todas as vezes que precisei reclamar do barulho a resposta foi sempre a mesma: estamos impossibilitados de ir ate seu endereço. Acredito que eles já tenham a resposta gravada assim não tem trabalho nem de responder.

  6. Luis Sergio Anders Cavalcante

    1 de fevereiro de 2012 - 11:10 - 11:10
    Reply

    Fora SEMMA, socorro MP. Em 01.02.12, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *