Ordenando a vida de feirantes e da cidade

As duas alternativas propostas pelo prefeito Tião Miranda para retirar feirantes da avenida Getúlio Vargas, coração do setor urbano da Velha Marabá,  são factíveis.

Duas propostas, aliás, que pode atender as demandas dos vendedores ambulantes.

Tanto o terreno da via que dá acesso à orla, em frente ao antigo restaurante “Quero Mais” quanto o galpão da antiga sede social da Acrob, clube de futebol de Marabá,  pode sacramentar definitivamente uma solução para um problema que se arrasta décadas.

Louve-se a determinação do prefeito de botar a cara a tapa, de olho no ordenamento urbano.

Lá na frente, se os feirantes rejeitarem uma das propostas, aí o problema é de radicalização.

Qualquer uma das opções colocará os vendedores em contato direto com o consumidor que passa pelo centro do núcleo pioneiro.

É pegar e resolver de vez a bronca.