Omissão leva à penalização de juíza

Publicado em 22 de abril de 2010

A juíza Clarice Maria de Andrade, que manteve por 26 dias uma adolescente presa em cela masculina com cerca de 30 homens, na delegacia de polícia de Abaetetuba, já está aposentada, compulsoriamente.

A decisão é do Conselho Nacional de Justiça.

Há ainda proposta para eventual ação civil pública, que poderá levar à perda do cargo ou cassação da aposentadoria de Clarice.

Leia matéria completa.