Hiroshi Bogéa On line

Oficina de Música de Parauapebas

 

 

De 8 a 12 de agosto, a secretaria de Cultura de Parauapebas realiza a primeira Semana de Oficinas de Música de Parauapebas – SOMP.

Os workshops serão ministrados pelos músicos:

Luiz Brasil (guitarra) – produtor do aclamado e premiado álbum acústico de Cassia Eller;

Artur Maia (baixo) – músico de Gilberto Gil, considerado pela crítica especializada como um dos melhores baixistas do país;

Widor Santiago (sopro) – músico requisitado pela nata de MPB, com participações em discos do Cazuza, Djavan, João Bosco;

Hamleto Stamato (teclado), – pianista consagrado, acompanhou e gravou com Tim Maia, Simone, Lenine, entre outros nomes da música brasileira;

Nuno Neto (técnicas de canto) estudou e lecionou na Alemanha e está as vésperas de lançar o álbum “Na hora certa”, com participações especiais de Martnália e Roberto Frejat;

Lúcio Vieira (técnica de conjunto), baterista paraense, integrou a Amazonas Jazz Band, gravou com Rita Ribeiro, Leny Andrade, Elba Ramalho e Maria Bethânia;

Robertinho Silva, baterista de renome internacional, acompanhou Milton Nascimento por 25 anos.

A coordenação fica a cargo do baixista paraense Ney Conceição.

Todas as noites, durante a semana de oficinas, apresentações especiais (Jam Session) com a participação dos instrutores e dos alunos. Ótima oportunidade para aprender um pouco mais e ainda tocar com as feras.

As inscrições, ao irrisório custo de quinze reais, estão abertas para músicos residentes no Estado, e a produção vai disponibilizar alojamento para quem não mora em Parauapebas.

Maiores informações pelos telefones da Secult Parauapebas: (94) 3346-1358 e 9909-5700

Post de 

4 Comentários

  1. Levi

    26 de março de 2013 - 23:26 - 23:26
    Reply

    Foi muito bom esse grupo de gênios da musica brasileira terem vindo pois eles não trazem somente conhecimentos musicais, mais também trazem com eles uma boa cultura musical.

  2. Guilherme Marssena(um CARIÔNIDA)

    13 de julho de 2011 - 09:55 - 9:55
    Reply

    Égua sumano,time de primeiríssima mão.Meus parabéns pela iniciativa.Enquanto isso o Governo do Estado gasta 3 milhões para levar alguns amigos do rei para um show em SP.Mas é vida que segue.Que os resultados sejam muito promissores.

  3. claudio feitosa

    13 de julho de 2011 - 09:29 - 9:29
    Reply

    Karla,

    agradecemos as palavras de apoio. Seria fantástico se pudéssemos contar com santarenos em nossas oficinas. Mas privilégio tivemos nós, quando recebemos, ano passado, o grande Sebastião Tapajós.

    grande abraço,

    Cláudio Feitosa
    sec. municipal de Cultura

  4. Karla Muaés

    12 de julho de 2011 - 21:33 - 21:33
    Reply

    Carissimos, esta oficina é um verdadeiro privilègio que nao deve ser disperdiçado por ninguem. Ainda mais com este preço! Espero que nós santarenos tb contemos com esat oficina mais cedo ou mais tarde. Parabéns aos seus promotores! Cultura nunca é demais!”. Depois bem que podiam fazer um concerto aqui em santarem. Fica registrada a sugestão! Um abraço!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *