Hiroshi Bogéa On line

Ódio e preconceito

 

 

O alvo agora é Lula na guerra sem fim

 

Por Ricardo Kotscho

 

Pouco antes do segundo turno das eleições presidenciais de 2006, o sujeito viu a manchete do jornal na banca e não se conformou.

“Esse aí, só matando!”, disse ao dono da banca, apontando o resultado da última pesquisa Datafolha que apontava a reeleição de Lula.

Passados seis anos desta cena nos Jardins, tradicional reduto tucano na capital paulista, o ódio de uma parcela da sociedade _ cada vez menor, é verdade _ contra Lula e tudo o que ele representa só fez aumentar.

Nem se trata mais de questão ideológica ou de simples preconceito de classe. Ao perder o poder em 2002, e não conseguir mais resgatá-lo nas sucessivas eleições seguintes, os antigos donos da opinião pública e dos destinos do país parecem já não acreditar mais na redenção pelas urnas.

Montados nos canhões do Instituto Millenium, os artilheiros do esquadrão Globo-Veja-Estadão miraram no julgamento do chamado mensalão, na esperança de “acabar com esta raça”, como queria, já em 2005, o grande estadista nativo Jorge Bornhausen, que sumiu de cena, mas deixou alguns seguidores fanáticos para consumar a vingança.

A batalha final se daria no domingo passado (segundo da eleição de 2012), como consequência da “blitzkrieg” desfechada nos últimos três meses, que levou à condenação pelo STF de José Dirceu e José Genóino, duas lideranças históricas do PT.

Faltou combinar com os eleitores e o resultado acabou sendo o oposto do planejado: o PT de Lula e seus aliados saíram das urnas como os grandes vencedores em mais de 80% dos municípios brasileiros. E as oposições continuaram definhando.

Ato contínuo, os derrotados de domingo passado esqueceram-se de Dirceu e Genoíno, e mudaram o alvo diretamente para Lula, o inimigo principal a ser abatido, como queriam aquele personagem da banca de jornal e o antigo líder dos demo-tucanos.

Não passa um dia sem que qualquer declaração de qualquer cidadão contra Lula vá para a capa de jornal ou de revista, na tentativa de desconstruir o legado deixado por seu governo, ao final aprovado por mais de 80% da população _ o mesmo contingente de eleitores que votou agora nos candidatos dos partidos por ele apoiados.

Enganei-me ao prever que teríamos alguns dias de trégua neste feriadão. Esta é uma guerra sem fim. Quanto mais perdem, mais furiosos ficam, inconformados com a realidade que não se dobra mais aos seus canhões midiáticos movidos a intolerância e manipulação dos fatos.

O país em que eles mandavam não existe mais.

Post de 

16 Comentários

  1. João Guimarães

    22 de novembro de 2012 - 17:49 - 17:49
    Reply

    Ignorância e opinião a meu ver são coisas totalmente diferenciadas, respeito a opinião do DIOGO, agora ao anônimo COMENTÁRIOS eu diria: IGNORÂNCIA, pelo que se saiba é falta de conhecimento, de saber, de instrução, é estado de quem ignora,…O que definitivamente não é nosso caso…Diria também que quando ele fala “É duro MAIS é verdade”, acho que ele não quis dizer que MAIS não é outra coisa que não um advérbio que encerra a idéia fundamental de excesso, quantidade ou intensidade maior…Diria ainda, só pra esclarecer ao mesmo que OPINIÃO é somente juízo, parecer, voto, crença particular que se possa exprimir sobre determinado assunto…

  2. COMENTARIOS

    22 de novembro de 2012 - 16:24 - 16:24
    Reply

    Lendo os comentarios acima lembro de um personagem do saudoso Chico Anisio que dizia:A INGUINORANCIA QUI ASTRAVANCA O BRASIL.
    E duro mais e verdade.

  3. Diogo

    22 de novembro de 2012 - 13:32 - 13:32
    Reply

    Achar que urna é tribunal é um problema sério… Jader, Sarney, ACM, ACM Neto, Genoino foram eleitos, mas isso não os torna santos! Esse é um erro crasso. Um condenado por improbidade, homicídio ou estupro não se torna “santo” ao ser eleito pelo povo. julgamento político é uma coisa e julgamento na seara judicial é outra completamente diferente. Por outro lado penso ser equivocada a ideia de que a vontade do povo é a vontade de Deus. Podemos ver isso em nossa própria cidade…Foi o povo decidiu pela morte de jesus e liberdade de um assassino (Barrabás), influenciada pelos sacerdotes judaicos. Da mesma forma, nos dias de hoje, a população pode ser influenciada a votar em certas pessoas, bandidos ou não. Para quê permanecer nessa de elite, tucanos, privatizações, dogmas, ideologias, choro, lágrimas…Estamos no Sec. XXI. O Brasil do futuro precisa de gente com novas ideias.

  4. João Guimarães

    22 de novembro de 2012 - 11:32 - 11:32
    Reply

    Gente, essa discussão é inútil, ressalvada a parte que se indaga como se comprava parlamentar no congresso nacional nos governos da elite. Alguém sabe dizer como fazer pra aprovar uma emenda de reeleição á presidencia da república durante um mandato e ainda usufruir dela no próprio mandato? Alguém sabe dizer como fazer pra vender mais de 100 bilhões de dólares em empresas estatais financiados pelo próprio dono delas (governo) via BNDES e não deixar nem vestígio do dinheiro e ainda assim a Veja, o estadão, a Globo não dizerem nada contra e etc…Só as urnas reprovaram tudo isso. Só as urnas? Você acha pouco? Eu que me considero democrata, considero que a urna é que é o juiz. Sou dos que acham que a voz do povo é a voz de Deus, e é por isso que tão cedo essa tucanada não encosta mais nas hostes do poder neste país. Olha a Celpa…

  5. Diogo

    22 de novembro de 2012 - 11:00 - 11:00
    Reply

    É incrível como alguns dinossauros do PT tentam esconder o óbvio. E tem gente que cai nessa conversa mole. Quando a justiça condena apelam para o histórico; quando os fatos condenam, apelam para a ausência de provas; quando não há saída dizem que é perseguição. Culpam a “grande mídia”…Foi a “grande mídia” que derrubou seis ministros claramente corruptos…E quantos corruptos os militantes do PT, o Diretório do PT, os movimentos sociais, a CPT, A UNE denunciaram ou contribuíram de alguma forma para o julgamento de agentes público ímprobos? O mensalão existiu efetivamente, e as “vítimas da elite” nada fizeram contra os corruptos…O que seria de nosso país se não fosse a “grande mídia” satanizada por….corruptos, condenado pelo STF. Ainda bem que não estamos em Cuba ( e olha tem brasileiro lobotomizado querendo cubanizar o Brasil).

  6. Celio Silva

    21 de novembro de 2012 - 22:06 - 22:06
    Reply

    Hiroshy
    O secretario adjunto de Segurança Pública Antonio Farias, conhecido como Tom farias, acaba de ser condenado a 05 anos de reclusão, pela Justiça Federal, por pratica de corrupçao.

  7. Opinião

    21 de novembro de 2012 - 19:25 - 19:25
    Reply

    Parece-me q o ditado mais popular hj é, “rouba + faz”, segundo a Revista Forbes, Lula é um dos homens + rico do mundo, com fortuna avaliada em 2 bilhões de dólares, será q o salário de Presidente da República dá pra tudo isso em (8) anos, pois como sabemos ele nunca trabalhou, foi aposentado muito cêdo porque perdeu (1) dedo. Ele tambem é mágico, pois conseguiu fazer do filho dêle que era ajudante num zoológico em São Paulo um dos maiores empresário do Brasil. Será q é só odio e preconceito? Pra quem atacava Sarney, Maluf, Jader Barbalho, Renan Calheiros..e.hj morre de amôres por eles. Será q é só odio e preconceito?

  8. Mensalão

    21 de novembro de 2012 - 15:29 - 15:29
    Reply

    Gostaria de saber como e que se comprava votos de deputados para garantir aprovação na camara de projetos do governo e não se comprava votos de senadores,sendo que o plenario do senado era bem mais desfavoravel ao governo proporcionalmente.
    Para mim quem esta comprado e o STF e o procurador da republica que estão agindo de acordo com o que a Globo/Veja estão mandando julgando quem constitucionalmente não poderiam julgar,criando provas e adotando a teoria do achismo como fizeram com o Ze Dirceu.
    Nenhum destes ministros do STF fizeram tanto pelo Brasil como fez o Ze Dirceu.

  9. Heldenir Almeida

    21 de novembro de 2012 - 15:24 - 15:24
    Reply

    Concordo com Diogo.
    Esse tipo de matéria e culto ao PT e ao Lula, não me dizem nada.
    Nunca se viu escancarado tanto roubo (vulgo corrupção) nos cofres públicos.
    O Mensalão está ai, prá todo mundo ver.
    Só não enxerga as coisas agora quem é muito burro. Ou um eleitor Masoquista.

  10. Anonimo

    21 de novembro de 2012 - 11:15 - 11:15
    Reply

    O Lula não está acima do bem e do mal, como esses fundamentalistas do PT insistem em querer dizer. Basta ver os negocios do filho dele aqui na região com o banqueiro. Todo mundo sabe e finge que não sabe. No Brasil, mudam os partidos que estão no poder, mas a corrupção e o desvio de dinheiro continuam, não importa a sigla que o governante seja filiado.

  11. RONALDO

    21 de novembro de 2012 - 11:05 - 11:05
    Reply

    so uma pergunta o lula e qum descobriu a polvora?quando este cidadao chegou so vez dar continuidade a politica economica do psdb prova e o sr henrique meireles no banco central pera la querer da todo o credito ao lulinha ja e d +,querer negar que ele aparelhou o estado com a companheirada para se locupletar ai si e ao caixa do PTRALHAS e so lembras o celso daniel la em santo andre esse pt e um bando de mafioso em rustido em um partido politico

  12. igor nery

    21 de novembro de 2012 - 09:05 - 9:05
    Reply

    corrigindo 2002

  13. igor nery

    21 de novembro de 2012 - 09:04 - 9:04
    Reply

    O interessante e que os defensores do lulopetismo sempre usam as urnas como desculpa para encobrir as malfeitorias que o Brasil sofreu e sofre nos 10 anos de administraçao do PT. como se as urnas absolvessem os corruptos, e so estudar um pouquinho e veremos que os grandes ditadores(inclusive aqueles admirados por lula como hugo chavez) tambem desfrutam de grande popularidade. o que o autor da materia e nem o mais exaltado lulopetista consegue explicar como um ex-presidente que jamais ganhou mais de 2 salarios minimos na vida conseguiu e consegue se sustentar com um padrao de vida executivo(padrao que passou a ostentar coincidentemente a partir de 20020

  14. Diogo

    21 de novembro de 2012 - 08:31 - 8:31
    Reply

    Sinceramente, achei ridícula essa nota. Mensalão é coisa séria! São 50.000 páginas de corrupção. Todavia, há um grupinho irresignado com as condenações, como se os corruptos fosses eternas virgens do Olimpo, intocáveis, já quem têm uma bibliografia exemplar…E o que mais chama atenção é o alinhamento de setores da imprensa à causa. Como é que não pode ser uma questão ideológica? Está sendo. E Lula é um cidadão como qualquer outro, sujeito ao controle judicial.

  15. Dario dos Anjos

    21 de novembro de 2012 - 07:30 - 7:30
    Reply

    É impressionante como esses DemoTucanos continuam a comandar a grande mídia brasileira! E em Minas o Aecinho apronta e não sai nada na imprensa, é pego batendo em namorada em hotel no Rio de Janeiro (artigo aqui mesmo no Blog), é pego em blitz da lei seca e sem habilitação (também no Rio de Janeiro), cai do cavalo em fazenda (será mesmo?) e aparece com tipóia e por ai vai, eles são praticamente blindados.

  16. anonimo

    20 de novembro de 2012 - 21:48 - 21:48
    Reply

    O pior é que tem blog local que adora ficar repercutindo essas babozeiras da grande midia.até parece que é correspondente local dos marinhos e civita .pensa que a gente é bobo .

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *