Hiroshi Bogéa On line

O voo da Águia sem asas

 

 

Poster recebe informação de que a renda do jogo Águia  3 x 0 Cametá foi mais uma vez decepcionante, no Zinho Oliveira. Pouco mais de 500 pessoas pagaram ingressos – numa partida importante para a classificação do time à fase final do 2o. Turno do Parazão.

Para uma agremiação que se propõe a ser um clube grande, no futuro, a minúscula presença de torcedores para assistir jogos do time marabaense é uma ameaça aos propósitos aguianos.

Assim como é de total despropósito o Águia sinalizar de que terminará mais um campeonato sem sentir o gosto de um título paraense.

O Independente, de Tucuruí, bem mais jovem, com apenas três campeonatos disputados, já conseguiu ser campeão do Pará – e caminha, a passos largos, para construir seu Centro de Treinamento.

Há algo de errado no “Principado de Mônaco” que a vã filosofia popular não consegue entender.

Post de 

9 Comentários

  1. anonimo

    26 de março de 2012 - 21:13 - 21:13
    Reply

    As hienas adoram falar mal do Ferreirinha e Galvão não levando em conta o belo trabalho que os dois fizeram ate hoje no Aguia levandoo nome de Maraba a ter respeito no futebol a nivel estadual e nacional.
    A administração que os dois tem feito no Aguia e muito profissional e nada passional pois poucos clubes no pais terminam suas temporadas com as contas equilibradas como clube empresa.
    Vide o Cameta que ganhou o turno e esta devendo ate as cuecas dos seus jogadores e mergulhou numa tremenda crise.
    Remo e Payssandu nem se fala pois devido a administração passional e influenciada tambem pela passionalidade da imprensa de Belem estão falidos e não vão sair do buraco. A Tuna ja acabou e esqueceram de avisar a mesma.

  2. Anônimo

    26 de março de 2012 - 19:51 - 19:51
    Reply

    Dário persemista,deste não presisamos, pra ele a duplicação também não vai ser concluida e nem o projeto da grota criminossa,da grota do aeroporto,nem a revitalização da orla,e que as 2.500 casas do projeto minha casa minha vida não ira pra frente,enfim este cidadão e do atraso ou do tião do não.que teve ser um dos emprenhado pela midia tendênciosa da oposição do perseguido Maurino.

  3. Luis Sergio Anders Cavalcante

    26 de março de 2012 - 15:19 - 15:19
    Reply

    Pelo que sei, e já ví em alguns jogos do Águia, tanto no Camp. Paraense quanto no Brasileiro Série C, tem gente entrando sem pagar com aval de oficiais da PM em serviço, do administrador do estadio Lapeta e outros. Galvão já cansou a paciencia do torcedor. Alguem já disse : ” Lisos(sem dinheiro) abandonem o futebol”. O goleiro Marcelo Cruz – único que passava confiança pro resto do sistema defensivo aguiano – foi embora e ninguem falou o motivo. Tem jogador do atual elenco, como exemplo, Edkléber(zagueiro) que já não supre as necessidades do time, e poderia ser dispensado para se contratar outro com menos idade e mais vigor físico. Concordo com o sucesso/fama que hoje tem o Águia no âmbito nacional. Porém, e justamente por isso, alcançou um patamar de certa forma grande, que necessita dirigentes com maior cacife – principalmente financeiro – para o administrarem. Proporcionando assim, a contratação de um elenco que tenha reais chances de conquistar o paraense e a tão sonhada vaga para a Série B do brasileiro. Continuar como e com quem está à sua frente(Águia) é remar contra a corrente. É o que penso. Em 26.03.12, Marabá-PA.

  4. Torcedor Aborrecido.

    26 de março de 2012 - 12:51 - 12:51
    Reply

    Que isto venha servir de alerta pois, o que os dirigentes do Àguia vem fazendo é merecedor de um protesto ainda maior, devido o desrespeito com esta torcida que já compareceu em massa.Na proxima vez talvez não der ninguem e será bem feito para que os “coroneis” de cargos vitalicíos se manquem.

  5. Antonio Carlos Pereira

    26 de março de 2012 - 11:45 - 11:45
    Reply

    Amigos comentaristas, segundo divulgado pela Radio Clube do Pará/AM de Marabá, o público total presente ao jogo foi mais de 1.200 pessoas. Público informado ao blog Hiroshi 500 espectadores. Ora, então no mínimo 700 pessoas entraram sem pagar (tiremos 200 credenciados que iriam trabalhar durante o jogo), sobrariam 500 sem realmente pagar seu ingresso. A torcida se distancia logo que Galvão começa a desandar o time, é natural. Não acredito mais no Águia para o Camp. paraense deste ano, acho que já está fora, pois tem 2(dois)jogos fora de casa e com time desfalcado. Caso o goleiro Allan se contunda não tem goleiro reserva, pois Miro foi suspenso. Tal falha demonstra desorganização. Falam em 8(oito) contratações para o brasileiro da Série C. Esses jogadores já deveriam estar no time. Caso aleguem não ter dinheiro para contratar, que se entregue a direção do Clube para quem tenha condições financeiras de mantê-lo. Em 26.03.12, Marabá-PA.

  6. anonimo

    26 de março de 2012 - 09:23 - 9:23
    Reply

    Acho que esta faltando divulgação por parte do Aguia,pois normalmente o jogo no sabado e as 19:30 hs .Eu mesmo me preparei para ir neste horario e fui surpreendido que o jogo ja tinha ocorrido.
    O Aguia esta errando por confiar a divulgação somente a Radio Clube que faz um bom trabalho mas não e suficiente.

  7. Dario dos Anjos

    26 de março de 2012 - 08:21 - 8:21
    Reply

    E ainda insistem em construir um grande estádio na cidade de Marabá, com certeza será mais um elefante branco.

  8. ANONIMO

    26 de março de 2012 - 08:20 - 8:20
    Reply

    Quando esse grupo se apossou do Águia(cujos verdadeiros fundadores,são hoje ocultados e a verdadeira história do clube foi jogada no lixo),esses que se apossaram não foram bem recebidos na tentativa de fazer o mesmo com os clubes de torcida em Marabá(ACROB e Marabá) e tomaram posse de um clube sem torcida e ainda espantaram os poucos torcedores à epoca,o Águia não tem como atrair torcedores pois apenas serve à Ferreirinha/Galvão e Pedrinho(grupelho incompetente),além do mais ,estão na fase de perder tudo e dizer que foi “a vontade de Deus” (J. Galvão). è a última fase.

  9. JOSÉ Antônio

    26 de março de 2012 - 07:58 - 7:58
    Reply

    Caro Hiroshi, realmente parece um principado mesmo, mas pois mesmo sem o águia ganhar nada, o técnico se mantém por vários anos, o o mesmo não ocorre com nenhum time do Brasil, só mesmo com o águia de Marabá, parece que o cargo e vitalício.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *