Hiroshi Bogéa On line

O vai e vem

Críticas, a gestão de Tião Miranda merece. E muitas. Mas bater nele desmioladamente provoca efeito bumerangue, que muitas pessoas não acreditam nele, mas existe. Falham em entender seus efeitos, o retorno das suas ações. Atos e suas conseqüências.
Não existe substituto para a ação. Você pode trabalhar de maneira mais inteligente, com certeza, mas ainda assim deve trabalhar. Não existe mágica, tecnologia ou ‘sistema’ que substitua o trabalho de resultados. É claro que muitas situações podem canalizar melhor seus esforços, tornando-os muito mais eficazes. Mas, sem iniciativa, são totalmente inúteis.
É isso que ocorre em Marabá. Miranda trabalha. E agora decidiu trabalhar mais ainda, prevendo a saraivada de criticas que passará a receber no embalo de sua sucessão.
Portanto, nunca é bom esquecer que o bumerangue retorna sempre às mãos de quem o lançou.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *