O texto de Ana

Publicado em 8 de novembro de 2006

Gostoso acompanhar a série de matérias investigativas da Ana Célia Pinheiro, no DIÁRIO DO PARÁ. Em tempos de vacas magérrimas nessa área do jornalismo, a persistência dela em passar a limpo o nebuloso período do governo tucano gera alento em quem acredita ainda na magnitude da verdade.
O texto enxuto escancarando números oficiais das bandalheiras de gabinetes devassa qualquer tentativa de desmentido da corte palaciana. Persistente, preocupada em não deixar vácuo em suas denuncias, corajosamente profissional, Ana multiplica as virtudes do jornalismo perseguidor da verdade, sem entremeios de panos quentes.
Ler Ana faz bem à alma e ao caráter das pessoas de bem. É como tody. Energizante.