Hiroshi Bogéa On line

O que era esperado

Saiu no Diário Oficial de hoje a mudança que o blog antecipou em diversos post: Simone Miranda, filha da ex-deputada estadual Elza Miranda (PSDB), não é mais diretora da Divisão Administrativa da 11a Regional de Promoção Social, com sede em Marabá. Aliás, ela nem chegou a assumir o cargo. Para seu lugar, a Casa Civil nomeou, a pedido da DS, Eva de Araújo Abreu, esposa do ex-presidente da sub-seçao da OAB, Ronaldo Giusti – vice-presidente municipal do PT.

Post de 

4 Comentários

  1. hiroshi

    5 de março de 2007 - 14:42 - 14:42
    Reply

    São Félix de Valois, em preces, só me resta agradecer seu comentário, sem entrar no mérito dos detalhes.
    Bem vindo, “padroeiro”.

  2. hiroshi

    5 de março de 2007 - 14:40 - 14:40
    Reply

    Caro Ronaldo,
    Conheço trabalhos competentes realizados pela sua mulher. Nunca sugeri, ou tive intenção, de pontuar a justa nomeação dela ao cargo por ingerência sua ou pressão de terceiros. O cargo está em boas mãos.
    Um abraço e volte sempre.

  3. Félix de Valois

    4 de março de 2007 - 10:26 - 10:26
    Reply

    Seu último parágrafo, Ronaldo, que comenta o que não está escrito no texto do Bogea, indica que a carapuça caiu-lhe como uma luva.
    Aliás, no parágrafo anterior voce confirma isso.
    Mas ela merece, não há nada de irregular ou ilegítimo na nomeação.
    Dra. Eva, boa sorte para a senhora.

  4. Ronaldo Giusti

    3 de março de 2007 - 18:07 - 18:07
    Reply

    Meu caro amigo,

    Eva de Araújo Abreu se credenciou para o cargo de Chefe da Divisão Administrativa da 11a. Regional de Promoção Social, pela sua competência técnica. Para quem não sabe, a administradora Eva Abreu coordenou equipe de estruturação do Banco do Povo de Marabá, posteriormente ocupou por dois anos o cargo de Chefe da Divisão de Suporte administrativa do INCRA em Marabá.
    Certamente o fato de ela ser petista também teve peso na sua nomeação.
    O fato de ser minha mulher em nada contribui para ser alçada ao posto.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *