Hiroshi Bogéa On line

O outro

Ausente de Marabá uns dias, o poster não tem feito leitura diárias, como sempre faz, de jornais e publicações outras do Pará. Por este motivo, pede desconsiderações caso algum veículo – ou blogueiro – tenha esmiuçado o tema.
Ao que tudo indica, apenas o Cláudio Guimarães, essa figura símbolo dos esportes paraenses, citou em sua coluna do Bola, edição de quinta-feira, 22: “Nome de Vanderley Luxemburgo, notório sócio de Chico Ferreira, chegou a ser citado no julgamento dos irmãos Novelino”.

Pois é. O grande Luxemburgo, em suas andanças triunfais por Tucuruí e Parauapebas, ao lado do Ferreira, verdadeiramente tinha alguma ligação comercial com o chefe da troupe que matou os irmãos do deputado Alessandro Novelino (PMDB). O treinador pode até ter sido envolvido pelos argumentos “ encantadores” de Chico, mas que ele também não é lá boa bisca, isso se evidenciou quando ele foi investigado pelas CPIs da Câmara e do Senado que apuraram irregularidades no futebol brasileiro e teve que se defender das acusações de sonegação de impostos, falsidade ideológica e participação em negociatas envolvendo a compra e venda de jogadores de futebol.

Autêntica folha corrida.

Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    25 de novembro de 2007 - 11:31 - 11:31
    Reply

    E a Fundação Luxemburgo, aquela escolinha de futebol que seria instalada em Parauapebas em parceria com a prefeitura. Será que a coisa ruiu.

    Os parceiros do prefeito petista Darci Lermen foram presos. É prefeito, me diga com quem andas que te direi quem és.

    Triste sina a de Paraupebas, tão rica, tão descuidada. Tomara que em 2008 ela se livre desse bando, sem chancelar o retorno do bando anterior. ´

    Tomara, mas sem muita fé.

  2. Anonymous

    24 de novembro de 2007 - 20:29 - 20:29
    Reply

    ano passado o luxemburgo esteve em parauapebas para dar uma palestra para o selecionado local levado pelo chico fereira

  3. Anonymous

    23 de novembro de 2007 - 18:28 - 18:28
    Reply

    Bem lembrado essa questão da ligação do Luxembrgo com o criminoso Chico Ferreira. O MP bem que poderia investigar isso.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *