Oba-oba desmoralizado em pleno Mangueirão

No jogo de ida, em Ribeirão Perto, quando o Botafogo derrotou o Remo por  1 x 0, este blogueiro ouviu, ao final da partida, um comentarista da Rádio Clube desdenhar da qualidade do time do interior paulista, com palavras mais ou menos assim:

Eu aposto com  quem quiser,  se esse time do Botafogo sairá do Mangueirão com uma classificação à final da Série D. Lá em Belém, o Remo é o Remo, diante de seus mais de 20 mil torcedores. Sou mais o Remo, e garanto que o “Leão” já está com a vaga garantida à  finalíssima do torneio,  porque no Mangueirão a vitória é certa.

Foi preciso o sempre equilibrado comentarista Gerson Nogueira “baixar a bola” do exaltado companheiro.

 

Não vejo por esse lado: acho o Botafogo um time frio e que sabe tirar proveito de situações diante do adversário. É uma equipe qualificada e o Remo precisará jogar muita bola para recuperar a desvantagem da derrota em Ribeirão.

 

Não deu outra.

O Remo perdeu o direito de disputar o título com o River do Piauí,  e o exaltado narrador clubista ficou com suas declarações desmoralizadas.

Tem horas que setores da imprensa esportiva de Belém exageram na dosagem, perdendo o equilíbrio e demonstrando amadorismo exagerado, além do fanatismo clubístico fora de moda.

Exige-se mais profissionalismo.