Hiroshi Bogéa On line

“O nazista Feliciano é uma benção de Deus”

 

 

 

“O Feliciano é uma benção de Deus. Ele é tão nazista, arcaico e egoísta que enfim estamos acordando para a homofobia e o preconceito. É um mal que vem pra bem. É tão absurdo e forte, como se quem não pensa como ele estivesse associado ao demônio, possuído. Aconteceram coisas que doeram na minha alma. E, para ser contra essa aberração, quem antes não queria chocar a bisavó está se assumindo. Graças a isso, a homofobia daqui a pouco vai acabar, como acabou a escravidão” ( Letícia Sabatella)

Post de 

34 Comentários

  1. Lucileno Cardoso Cavalcante

    16 de abril de 2013 - 15:06 - 15:06
    Reply

    Leonardo, somente mais um versículo para você:

    “Diz o tolo em seu coração: “Deus não existe”.”
    Salmos 14:1

    A Paz do Senhor

  2. Lucileno Cardoso Cavalcante

    16 de abril de 2013 - 15:05 - 15:05
    Reply

    Outra coisa meu amigo, o Brasil ainda não deixou de ser um país de 3º mundo, não por culpa dos cristãos, mas justamente pela falta do temor a Deus no meio governante deste país no decorrer de sua história.

    Apesar de nos chamar de alienados e imbecis, quero te dizer que o Senhor Jesus te ama e vou continuar a orar por sua vida, e espero que você reconheça sua necessidade de Deus aqui nesta vida, pois após a morte é céu ou inferno a decisão é sua.

    “Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela.
    Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram”.
    Mateus 7:13-14

  3. Lucileno Cardoso Cavalcante

    16 de abril de 2013 - 14:55 - 14:55
    Reply

    Prezado amigo “Leonardo Soares”, enquanto você baseia sua crença (ou sua não-crença) em filósofos como Bertrand Russel, eu ainda prefiro a Bíblia Sagrada.
    Seus argumentos deturpados a respeito a respeito dos fatos bíblicos não me surpreendem, pois realmente você procurou se aprofundar bastante na ideologia ateística, o que o tornou um ignorante a respeito das coisas de Deus.
    Leia com atenção:
    “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam.
    Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.
    Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.
    Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.
    As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.
    Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
    Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
    Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.”
    1 Coríntios 2:9-16

  4. Leonardo Soares

    16 de abril de 2013 - 12:07 - 12:07
    Reply

    Os Horrores da Bíblia

    Para quem gosta de histórias de horror, a Bíblia é um prato cheio. Escondido no meio de milhares de versículos, podemos topar com cenas de arrepiar os cabelos.

    Em Gênesis, por exemplo, encontramos um episódio, no mínimo, bizarro. Como todos sabem, Abraão foi o patriarca dos Hebreus. Com seu pai, sua mulher e seu sobrinho Lot, Abraão saiu da cidade de Ur, no baixo Eufrates. Encaminharam-se para Harrã, nas cabeceiras do mesmo rio, uma cidade santa dedicada ao culto de Sin, o deus-lua, o mais importante do panteão sumeriano. Depois, Lot se separou de Abraão e foi morar em Sodoma, a cidade do pecado.
    Conta a Bíblia que, certa vez, Lot hospedou dois anjos em sua casa. À noite, alguns homens de Somorra bateram à porta de Lot e disseram-lhe que sabiam que ele tinha dois hóspedes e que eles, os homens de Sodoma, queriam ter relações sexuais com os visitantes. Quem duvidar que confira: Gênesis 19.
    Lot ficou apavorado. Para acalmar os tarados, disse que tinha duas filhas virgens e que as daria para os homens, a fim de poupar seus hóspedes. Poderiam fazer o que quisessem com suas filhas.
    Os homens de Sodoma não aceitaram a proposta e invadiram a casa. Então, os anjos cegaram os homens e mandaram Lot fugir de Sodoma, que seria destruída por Deus.
    Os horrores continuam. Depois que fugiram de Sodoma, as filhas de Lot disfarçaram-se de prostitutas, embebedaram o pai com vinho e tiveram relações sexuais com ele, a fim de “preservar sua raça”. Das relações incestuosas nasceram Moab e Amon, patriarcas dos moabitas e dos amonitas, tribos árabes vizinhas de Israel.
    Antes deste espetáculo grotesco, encontramos outra cena curiosa. O Deus bíblico de então, que ainda não tinha revelado seu nome aos hebreus (Iavé), disse a Abraão que iria destruir Sodoma. Assustado com a ameaça divina, Abraão pergunta a Deus o que faria se houvesse em Sodoma cinquenta homens de bem. Deus disse que não destruiria a cidade, em respeito aos cinquenta homens de bem. Abraão anima-se e começa a pechinchar com Deus. Pergunta o que Deus faria se houvesse apenas quarenta e cinco homens de bem. Deus atende à pechincha e diz que pouparia a cidade. Depois Abraão baixa para quarenta, e Deus concorda. No fim, Deus concorda em não destruir a cidade se encontrasse apenas dez homens de bem.
    O que é assustador nesta conversa é a noção antropomórfica do Deus do Antigo Testamento. O Deus dos primeiros capítulos da Bíblia, embora seja todo-poderoso, criador dos céus e da terra, é uma figura humana, com pernas e braços, cabeça, e certamente uma respeitável barba. Possivelmente tem uma esposa e até uma residência que, de acordo com o velho testamento, é o Templo de Salomão, que, aliás, foi destruído por Tito Flávio Vesásiano há quase dois milênios.
    Em outro local, depois que Adão e Eva cometeram o pecado original, sentem vergonha de Deus. Quando pressentem que Deus se aproxima, escondem-se dele atrás de um arbusto. Diz o texto sagrado que Deus estava aproveitando “a fresca da manhã”.
    Este é o livro mais vendido no mundo, e o mais respeitado. Consta que foi escrito sob inspiração divina, como se o próprio Deus o tivesse escrito. Ele é tão respeitado que, em alguns tribunais, as pessoas fazem juramento com as mãos sobre a Bíblia. A explicação é simples. Embora a Bíblia seja livro mais vendido de todos os tempos, é também o menos lido.
    “Não matarás”, reza o sexto mandamento de Jeová (Êxodo 20:13). Segundo a tradição, a Bíblia foi escrita sob inspiração divina, como se o próprio Deus a tivesse escrito.
    Se Deus é infinitamente bondoso, é inconcebível que ele cometa a mínima crueldade com qualquer ser humano. Assim pensam os que veneram a Bíblia. Veneram porque não a leram.
    Este Deus, criador dos céus e da terra, não poderia ser bom para uns e mau para outros. No entanto, podemos encontrar na Bíblia um desfile de horrores, que nada fica a dever aos filmes de Frankenstein. Quem não acreditar, que confira.
    No começo do segundo milênio AC, Jeová, o deus do Antigo Testamento, retira Abraão e sua família da cidade de Ur, na baixa Mesopotâmia, e dá-lhes de presente uma terra “onde corre leite e mel”, a lendária Canaã (Palestina).
    Jeová, o mesmo que disse “não matarás”, diz, com todas as letras que, para se apossarem da terra que lhes foi ofertada, eles têm que aniquilar sete nações (Deuteronômio, 7:1-6): “Quando o senhor teu Deus te introduzir na terra à qual passará a possuir, e tiver lançado muitas nações diante de ti, os heteus, os girgaseus, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus, os jebuseus, sete nações mais numerosas e mais poderosas do que tu; e o Senhor Deus as tiver dado diante de ti, para as ferir, totalmente as destruirá; não farás com elas aliança, nem terás piedade delas… Derribareis os seus altares, quebrareis suas colunas, cortareis os seus postes-ídolos e queimareis suas imagens de escultura”.
    As ordens de Jeová são claras, como em Deuteronômio 7:16: “E tens que consumir todos os povos que Jeová, teu Deus, te dá. Teu olho não deve ter pena deles…”.
    Em Deuteronômio 13:15-16, o rol de barbaridades atinge o clímax: “Então, certamente, ferirás a fio de espada os moradores daquela cidade, destruindo-a completamente e tudo o que nela houver, inclusive os animais domésticos. Ajuntarás os despojos no meio da praça e a cidade e todo o seu despojo queimarás por oferta total ao Senhor, teu Deus, e será montão perpétuo de ruínas, e nunca mais se edificará”.
    Estas barbaridades são apenas uma amostra do verdadeiro festival de horrores do Antigo Testamento. No entanto, mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo — católicos, protestantes, evangélicos e judeus — consideram este livro a voz de um Deus justo, bondoso, misericordioso, criador dos céus e da terra, que oferece aos homens a oportunidade de salvação eterna em um céu ou um paraíso.
    Quantas pessoas foram mortas obedecendo as ordens de Jeová? Qual a quantidade de sofrimento causada pelo aniquilamento dessas nações?
    Este mesmo Deus, tão misericordioso, não só pregou as barbaridades que são encontradas na Bíblia como, por meio de seus autodesignados representantes, ainda ameaça com a crueldade infinita do inferno àqueles que, embora tenham levado uma vida santa, esqueceram-se de ir à missa aos domingos ou deixaram de confessar o último pecado.

  5. Leonardo Soares

    16 de abril de 2013 - 11:24 - 11:24
    Reply

    Leiam o livro de Bertrand Russel ” Por que não sou cristão”, depois discutiremos o que é verdade e o que é ilusão.

  6. Leonardo Soares

    16 de abril de 2013 - 11:16 - 11:16
    Reply

    Impressionante como em pleno seculo XXI inda tem gente que acredita em biblinhas, que deus disse isso, que deus disse aquilo. É por isso que o Brasil continua sendo um País de terceiro mundo, também quem dera, uma nação que acredita em papai noel, que jesus voltará, já se passaram dois mil anos e os idiotas continuam a esperar. E ainda aqueles que acreditam que quando morrer terá a eternidade? Com serteza a eternidade do nada. Comparo esses alienados aos homens bombas dos mulsumanos, se explodem e quando chegar no céu terão rios de leite e mulheres… quanta besteira, como a religião trasnforma o homem em um imbecil.

  7. Fabio Cruz

    16 de abril de 2013 - 09:28 - 9:28
    Reply

    Lucileno Cardoso disse tudo.

  8. Lucileno Cardoso Cavalcante

    15 de abril de 2013 - 12:19 - 12:19
    Reply

    O que me preocupa não é a falácia dos que se dizem ateus ou anti-cristãos, o que de fato me deixa triste é que essas pessoas caso não se arrependam vão ter a prova da existência de Deus da maneira mais terrível, ou seja quando não haverá mais solução, na eternidade longe de Deus.

    Hoje, aqui na terra essas pessoas podem falar, pensar e crer no que quiserem, porém, na eternidade darão conta de tudo perante Deus.

    “Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto.
    Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.
    Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus.
    Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. ”
    2 Coríntios 4:3-6

  9. Leonardo Soares

    15 de abril de 2013 - 10:02 - 10:02
    Reply

    Se Deus existisse, a fé seria desnecessaria, então todas as religiões entrariam em colapso…

  10. Azevedo

    15 de abril de 2013 - 08:52 - 8:52
    Reply

    Eu queria ver mesmos estes comentarios Cristofobicos destes idiotas ai de cima no Irã ou contra o profeta Maomé.
    O presidente do Irã que mata gays e expoe em postes nas ruas veio aoi Brasil e essa atrizinha ou outros globais nunca se pronunciaram. Pq será?
    Queria que o Blog ou outros Gayzistas ou alguem do grupo LGBT fizesse uma parodia com o profeta Maomé do Islã como fizeram com Jesus Cristo, na cruz.
    São um bando de imbecis falando besteiras sem conhecimento.
    Na verdade Covardes.
    Sr Jorge Antony F. Siqueira, Leonardo Soares, Antonio Carlos Pereira Santos publiquem em seus murais do Face alguma demonstração de protesto contra Maomé ou a Republica do Islã sobre o repudio e como eles tratam o homossexual ou homossexualismo por lá.
    Igual esta atrizinha que está apagada da midia e a Daniela Mercury que nao vendia como antes e já foi representante da ONU.
    Faz protesto contra Maomé seus covardes.

  11. André Figueiredo

    14 de abril de 2013 - 23:03 - 23:03
    Reply

    Meu caro amigo Hiroshi, eu qria saber porquê que essa boiolada toda nao se reunem e vao la no vaticano desafia o papa Francisco, ele disse tambem que é contra o casamento gay.

  12. Diogo Margonar

    13 de abril de 2013 - 01:30 - 1:30
    Reply

    Pois é grande Cherlok Romes, como disse anteriormente “Se um cristão não pode provar categoricamente para um ateu que Deus existe, um ateu também não pode provar para um cristão que Deus não existe.”, Mas vc esqueceu o restante…”É uma questão de fé, e fé é uma questão de vontade”. Sem fé é impossível agradar a Deus. Eu acredito em Deus, sinto sua presença e um dia irei encontrá-lo pessoalmente. E há outro argumento interessante…Se Deus não existe você nunca vai provar, pois, seguindo essa tese, após a minha morte, você não vai poder me dar a resposta nem eu a vc. Mas, diversamente, se Deus existe,e eu acredito nessa hipótese, após a minha ou a sua morte saberemos a resposta, pois a Bíblia relata que a vida humana é eterna. E outra, o agnóstico não acredita que há um Deus, ou que há um Deus alcançável,mas não nega essa possibilidade. O Ateu diz que Deus não existe e não mede esforços em ofender que acredita, como vc fez. Ou seja, não é mais uma questão de religião, por assim dizer, mas de respeito.

  13. Leonardo Soares

    12 de abril de 2013 - 10:24 - 10:24
    Reply

    Então que dizer que ” Deus tocou meu coração pra eu dar os bombons pras crianças?

    Alguns crentes, notando que os agnósticos afirmam que não podemos provar que Deus não existe, seguem outra via. Argumentam que se não podemos provar que Deus não existe, então eles estão autorizados a acreditar que ele existe. Mas os ateus podem virar este argumento do avesso. Podem fazer notar que os agnósticos também afirmam que nós não podemos provar que Deus existe. Logo, se não podemos provar que Deus existe, estamos igualmente autorizados a acreditar que ele não existe. Um método de raciocínio que nos permite “provar” ambos os lados de uma disputa, não prova nenhum. A ausência de prova do contrário não é uma boa razão para acreditar em alguma coisa.

  14. Diogo Margonar

    12 de abril de 2013 - 09:12 - 9:12
    Reply

    Em Cuba não é proibido o cristianismo? Pesquise mais sobre “Missionário e sua Familia são mortos em Cuba – YouTube”; ou “Cuba volta a permitir cultos cristãos em locais públicos Depois de décadas de repressão, igreja vê liberdade como “resposta de oração”. assim como vários outros.

  15. anonimo

    11 de abril de 2013 - 16:28 - 16:28
    Reply

    Diogo le liga pois em Cuba não e proibido o Cristianismo como voce diz bem como não e proibida nenhuma outra religião inclusive o Candoble la e muito difundido devido as origens de seu povo.
    La voce so não pode e usar a religião para explorar o povo e nem utiliza-la contra o Estado Cubano.
    Quanto a chamar de ignorante um radical Xiita do Hamas voce esta totalmente enganado pois ele e Xiita em relação a Alah que e o mesmo Deus nosso haja visto que a religião Muçulmana teve suas origens em Abraão que faz parte de nossa Biblia (velho testamento) e a colocação de bombas em seu corpo na verdade e uma demonstração de fe.

  16. Antonio Carlos Pereira Santos

    11 de abril de 2013 - 14:34 - 14:34
    Reply

    O Deputado Feliciano está na função errada. Acho que ele se equivocou. Pelas posições assumidas e discursos reacionarios proferidos, cairia melhor lá por SP nas comunidades de Skin heads, com a suástica nazista bem à vista no peito. 11.04.13, Mba.-PA.

  17. AGUINAIR

    11 de abril de 2013 - 10:53 - 10:53
    Reply

    O Fabio arrasou no comentário. Esse Sr Jorge escreve muito bem, porém escreve muita falácia, Sr. creio que anda meio desinformado ou anda fazendo o que a impressa ta fazendo hoje – mudando falas – procure se informar melhor sobre as igrejas, já lhe falei isso, pesquise, pare de buscar elementos pra afrontar, você sabe que fazemos a diferença….O papel da igreja hoje na sociedade é de suma importância, quem faz suas doações é porque acredita, creio que estão sendo abençoados, pois se não tivesse certamente já teriam parado de DOAR. O Sr Leonardo é outro desinformado, dizer que os evangélicos é tudo isso “serem em sua grande maioria pessoas de baixo nível social, baixa escolaridade, ignorantes, analfabetos, rancorosos, invejosos, sem foco, sem objetivos, sem cultura, sem conhecimento de causa”, isso mostra a falta de conhecimento, pois dentro das nossas igrejas existem todo tipo de pessoas – dos mais simples aos mais requisitados- veja o ultimo censo do IBGE sobre esse assunto, verás qual a classe tem o maior numero de pessoas com nível médio…. Quando tiveres conhecimento sobre o assunto ai pode falar, caso contrario não fale besteira!….. Leonardo, olha só como Deus é maravilhoso, o irmão deu a oferta e olha aonde ela foi geminar??? no seu coração, você foi tocado e comprou o bombons… É por isso que gosto desse Deus… Ele é d+++++. Fique na paz, Jesus te ama!

  18. guilherme

    10 de abril de 2013 - 16:54 - 16:54
    Reply

    Encontrar perfeição nos evangélicos,impossivel,nos budisdas,impossivel,maometanos,umbandistas,esotéricos em suma queremos pessoas perfeitas.Respeitem o cara dexa ele não gostar d gay e de influenciar os outros é direito dele .Hipocresia e chamar o colega de trabalho de viadinho,chamar a vizinha de saboeira ,no fundo odiar se o filho for gay,depois posar de bacana aqui no blog.

  19. Diogo Margonar

    10 de abril de 2013 - 13:23 - 13:23
    Reply

    Ignorando esse besteirol contumaz de cunho ofensivo e miseravelmente ausente de fundamentação que não sejam achismos, tenho a lhe dizer, aproveitando a fala do novo Papa, que alguém que diz taxativamente que Deus não existe é, no mínimo, tão ignorante quanto um radical xiita do Ramas com o corpo atado a bombas: Ambas são posições extremadas, para não dizer desesperadas. Se um cristão não pode provar categoricamente para um ateu que Deus existe, um ateu também não pode provar para um cristão que Deus não existe. É uma questão de fé, e fé é uma questão de vontade. É interessante que o típico ateu não apenas não acredita que Deus não existe…ele manifesta seu ódio contra quem acredita em Deus. Além disso vem com um tal humanismo sem Deus muito parecido com aquele do antigo leste europeu, Cuba e China, onde o cristianismo é proibido. Falta ao ateísmo uma doutrina própria que não seja criticar abertamente o crente. Falta inteligência. Falta ainda provar que é viável, pois não conheço uma grande organização humana próspera fundada nas bases (se é que existe) do ateísmo. Nos meus tempos de ensino médio no Acy Barros lembro ter estudado que a Albânia é era o único pais oficialmente ateu do mundo e também o país mais pobre a atrasado da Europa. No mais, pela falta de uma teoria decente ALGUNS que se dizem ateus ficam por ai, escrevendo bobagens, atacando ferozmente, julgando todos pela conduta de alguns, talvez como uma tentativa inconsciente de se convencer das próprias ideias.

  20. Fabio Cruz

    10 de abril de 2013 - 13:22 - 13:22
    Reply

    Leonardo, a única pessoa aqui que está demonstrando rancor é vc pelas palavras ofensivas. E aí, quem é o rancoroso aqui? Infelizmente vc leu todos os livros q citou, mas infelizmente eles não tiveram nenhum efeito bom em vc…só em vc. Por que será, hein?

  21. Leonardo Soares

    10 de abril de 2013 - 11:41 - 11:41
    Reply

    O que me surpreende nisso tudo, é que os ” evangélicos” tem é muito ódio e rancor, e são muito vingativos,por serem pessoas alienadas, suas percepções para o bom senso estão completamente bloqueados. Digo isso pq também fui iludido muito tempo por essa corja de pilantras chamadas de evangélicos, onde lá não encontrei verdade nenhuma, aliás quem tem a verdade? Os cristãos? Os Mulçumanos? Os Judeus? Já li todos os livros ” sagrados” de cada um, A Torá, O Alcorão, A Bíblia, e não tão menos importante o Bagavadguitá. Na verdade são belos livros, belos contos, belas estorias. Porém cada povo defende seus livros sagrados com unhas e dentes, e ai de quem os contrarie! Nessa longa trajetória em busca do conhecimento, apenas encontrei pessoas com suas mazelas dentro das igrejas. Hoje tenho minha opinião formada sobre a religião, sendo essa o ópio dos miseráveis, a religião poda a criatividade do homem, o trasnforma numa ameba e o faz escravo do medo e covardes. Digo que a grande maioria dos crentes são covardes pq não são capazes de sensibilizar-se uns com os outros, não vi nenhum espirito de fraternidade dentro destas igrejas, os miseráveis estão lá para camuflar suas imundinces, se escondem atras de uma biblia que não sabem nem ler direito, tão pouco interpretar um versiculo, como desculpa, dizem que foram ” tocados” pelo espirito santo, quanta bobagem. Usam a religião como desculpa para seus atos criminosos cometidos, matam, roubam, estrupam, e depois dizem que estão salvos e libertos,pq Deus os perdoou. Atribuem seus atos criminosos ao sobrenatural, demonios, espiritos malignos no qual foram influenciados por estes, quanta asneira, a isso que eu chamo de covardes pq não são capazes de assumir seus proprios erros, e procuram um culpado, neste caso, o diabo. Proximo a minha casa tem uma igreja e todos os domingos vejo a mesma familia: um casal com cinco filhos, logo vejo essa mesma familia com a mesma roupa velha, os filhos mal vestidos, e coincidentemente precisei ir na padaria e lá encontrei este mesmo senhor com duas crianças chorando pq ele não tinha nenhum dinheiro comprar um bombom, sendo que ouvi o absurdo daquele pai em dizer: ” Filho o papai não tem mais dinheiro, vc não viu que eu dei a oferta lá na igreja?” Não conformado com a tristeza dessas crianças comprei os bombons e vi o brilho de alegria em seus olhos! Agora pergunto, e o pastor? Os fiéis? Os crentes? fizeram alguma coisa? É por essa razão que eu prefiro ser um ateu com coração, e sensibilidade, e muito respeito e amor pelo ser humano.

  22. Jorge Antony F. Siqueira

    9 de abril de 2013 - 19:32 - 19:32
    Reply

    Ô Fabio Cruz às 17:54 hs., e quanto aos números mostrados não dizes nada ? O bom debate se faz assim. Nada apresentaste como contraditorio. Quem cala consente. As igrejas evangélicas viraram negocio, e dos mais lucrativos. São isentas de impostos etc… Então amigo, é só arrecadar, arrecadar, arrecadar, e usufruir. Há quem dê. “Enquanto existir cavalo São Jorge não anda a pé”. A retórica de vocês citando passagens bíblicas e etc.. há muito já caiu no obsoletismo. Em 09.04.13, Mba.-PA.

  23. Fabio Cruz

    9 de abril de 2013 - 17:56 - 17:56
    Reply

    Eu lembro de uma antiga história: Sodoma e Gomorra foram destruídas por menos do q vemos hoje, então, é esperar pra ver o q acontecerá.

  24. Fabio Cruz

    9 de abril de 2013 - 17:54 - 17:54
    Reply

    Leonardo Soares, somos povinho mesmo. Quem te disse q a maioria está com a razão? Somos “bichinho de Jacó”. Os judeus eram a minoria, mas a última palavra veio de Deus e hoje eles são maiores do q a antiga potência, o império romano. Sabe pq? Deus tem a última palavra na história. Agora qto ao “livrinho”, um dia esse mesmo conteúdo vai te fazer uma falta tremenda, querido. Anota isso pra não esquecer do q escrevi aqui. Nabucodonozor foi comer capim por menos do que vc falou hoje.

    Qto ao fake Jorge Antony F. Siqueira, nem vale a pena comentar o q escreve aqui no blog. Isso já está batido, mas fica tb pra vc o q escrevi acima.

  25. Diogo Margonar

    9 de abril de 2013 - 16:45 - 16:45
    Reply

    Pessoal vamos fazer uma campanha nas redes sociais para arrecadar massa encefálica para o cidadão que escreveu essa irresponsabilidade contra os evangélicos… Q piada sem graça. Se um dia vc resolver estuar a fundo o Direito, as instituições, a democracia, vai descobrir, surpreso, que o evangélio que vc entende ser coisa ultrapassada foi quem construiu toda a base da sociedade ocidental onde vc nasceu, viveu e pôde postar essas besteiras preconceituosas (Ah se fosse o Feliciano que tivesse dito isso dos homossexuais). Não por acaso a liberdade de culto e crença estão entre os direitos fundamentais da sociedade americana e européia. A figura da religião se confunde com a própria existência humana. Ma isso é reflexo da democracia a qual querem subtrair de Feliciano, qual seja, o direito de falar asneiras e idiotices, afinal não se pode incriminar o sancionar o direito de opinião, por mais que sejam coisas vergonhosas. Pensar de modo contrário seria solapar a liberdade de todos, inclusive a imprensa.

  26. anonimo

    9 de abril de 2013 - 16:21 - 16:21
    Reply

    Deixarei de ser homofobico e acreditar que ser gay não e um desvio mental o dia em que eu ver um cachorro,um gato um leão ou uma onça gay.

  27. Fabiano

    9 de abril de 2013 - 16:18 - 16:18
    Reply

    O Leonardo Soares é muito Inteligente mas, chamar a Bíblia de “livrinho” é uma sacanagem!!

  28. Fabiano

    9 de abril de 2013 - 16:17 - 16:17
    Reply

    A Maria Soares arrebentou no primeiro comentário!!

  29. Leonardo Soares

    9 de abril de 2013 - 15:50 - 15:50
    Reply

    No Brasil ser evangélico parece ser um modismo, além dos evangelicos serem em sua grande maioria pessoas de baixo nível social, baixa escolaridade, ignorantes, analfabetos, rancorosos, invejosos, sem foco, sem objetivos, sem cultura, sem conhecimento de causa. Evangélicos são um povinho alienado, que se camuflam por tras de um livrinho (bíblia), que acreditam ser impiração de Deus. Tenho pena desses pobres miseráveis que doam parte dos seus ganhos e entregam aos seus pastores que vivem em belas casas e carros de luxo, enquanto os fieis moram em barracos, andam a pé e ainda são iludidos por esses “pastores” que fazem lavagem cerebral nos incautos, para que esses acreditem que ser miserável é uma benção de Deus. Por essa razão que o Brasil não evolui como um país de primeiro mundo, com uma nação dessa que ainda acredita em papai noel.

  30. Marta Silva Messias

    9 de abril de 2013 - 15:39 - 15:39
    Reply

    Preciso contar-lhes uma história real.

    Há numa pequena cidade no estado do Paraná, dois principes que se amam e decidiram ter uma família… adotaram uma menina e um menino e cuidam dessas duas crianças com muito amor … Os dois são professores de escola pública, acreditam em seus alunos, os incentivavam a estudar… pagam suas contas, finaciaram carro, apartamento, as crianças estão muito bem obrigada …

    Esses meus amigos, pertencem a uma história real são um casal de amigos homosexual … Certo vez pedi-lhes ajuda desesperada … os dois viajaram 200 km numa fria madrugada paranaese pra doar sangue à meu irmão que sofreu um acidente de carro e estava numa pequena cidade do interior do estado onde não havia banco de sangue com estoque o- disponível…

    Sou imensamente grata a eles pela doação que fizeram e ao pastor (amigo de nossa família) que conduziu o carro levando meus amigos naquela mesma madrugada enquanto a professora e esposa do pastor que cuidou das duas crianças adotivas enquanto essas 03 pessoas muito diferentes com convições diferentes salvaram a vida de um pai de família…

    Sim meus amigos homoxuais são pessoas normais e merecem respeitam e cuidam maravilhosamente bem de seus dois filhos adotivos. Sim esse pastor é um cara bacana preocupado com as famílias que pertencem a sua igreja, sua esposa independente de suas convicções religiosa acomodou no mesmo quarto de seus filhos duas pequenas crianças que tem pais homosexuais…

    Ok e no Brasil … sim no Brasil … os meus amigos frequentam sem polêmicas uma igreja católica, onde batizaram suas crianças … Sim existe um padre nessa região que não negou o batismo a essas crianças…

    Quer saber aos escandalizados com o texto: o mundo tem jeito:

    Quanto a cada um dizer o que quer, ok digam , mas por gentileza. Marcos Feliciano é Pastor.

    Jesus Cristo disse coisas mais interessantes: “amai-vos uns aos outros” “e jogue a primeira pedra quem nunca pecou”

  31. Jorge Antony F. Siqueira

    9 de abril de 2013 - 15:19 - 15:19
    Reply

    Ô Maria S. às 08:10 hs., acho que estás equivocada. Da maneira que defendes deves ser tambem evangélica. Não vejo discriminação na forma aí exposta. Penso sim, que há uma crescente repulsa aos que se auto intitulam, evangèlicos. No caso do Dep. Feliciano(PSC), pelo seu “curral eleitoral”(evangélicos), primeiro foi eleito Deputado, agora, foi guindado à Presidencia da CDDH, demonstrando assim, que há, e dá resultados, a infiltração de ditos religiosos, com fins meramente de favorecimento próprio e alguns outros que o apoiam. Lembremo-nos que recentemente o Deputado nomeou 5 pastores(ou coisa que o valha) para assessorá-lo. Foi manchete de capa da revista Forbes : “Religião sempre foi um negocio lucrativo”. Quesito Riqueza Pessoal, considera-se assim, pois o dinheiro que é depositado pelos fieis nas contas das Igrejas, à título de dízimo, são transferidos para as contas pessoais dos líderes. Números : 1) Edir Macedo, Igreja Universal do Reino de Deus RS 2 Bilhões de reais; 2) Valdemiro Santiago, Igreja Mundial do Poder de Deus, RS 400.000.000.00 ; 3) Silas Malafaia, Assembleia de Deus Vitoria em Cristo, RS 300.000.000,00 ; 4) R. R. Soares, Igreja Internacional da Graça de Deus, RS 250.000.000,00 ; 5)Estevam Hernandez/Filho e Bispa Sônia, Igreja Renascer, RS 120.000.000,00 . Detalhe, segundo ainda a revista, o Sr. Malafaia paga a seus pastores RS 20.000,00 ´por mês para evitar que migrem para as concorrentes. Então amigos, não há nada de discriminação e sim, uma revolta crescente, pelo ludibrio de pessoas simples e humildes, enganadas na sua boa fé. Outros dados, “Igreja Evangélica alemã põe à venda 170 Templos e 140 terrenos”. Índice de evangélicos (lá) caiu 17 % DESDE 1.990. Sobre o segundo tópico de seu comentario, o “homossexualismo” tenho a dizer : A grande maioria dos próprios(homossexuais) estão deitando falação sem conhecimento de causa, à respeito da sua “condição” de gay, querendo dar a entender, à exemplo de um funcionario “Global”, que diz ser(gay) mas não gosta(outros gostam), que já nascem gay. Amigos, isso simplesmente não existe. Biológicamente é simplesmente impossível. Ora, como mudar a própria natureza ? Se ela(natureza) própria mostra o caminho com os 23 cromossomos procurando frenéticamente os outros 23 opostos, Sem isso, fatalmente nem existiríamos. Se não há “gen” gay como explicar a “condição” alegada ? O mundo(humanidade) nunca terá problemas com procriação, como querem difundir alguns. Nascemos – tanto o homem quanto a mulher – héteros, assim, normalmente. O depois, é outra história. Em 09.04.13, Mba.-PA.

  32. Diogo Margonar

    9 de abril de 2013 - 09:12 - 9:12
    Reply

    Artista acha que, por ser artista, pode falar o que quiser que entraria goela a baixo da sociedade. Artistas pode ser bom no palco, na televisão, mas não significa que estará correto ao se intrometer em assuntos complexos. Sempre acho que há uma pitada de interesse pessoal em aproveitar temas de importância nacional. Prova disso é essa ofensa desfundamentada e gratuita. É nazista? Se o é, quem são então aqueles que tentam tirá-lo no grito da presidência da CDHM? Certamente devem ser coisa muito pior. Acho este, na verdade, um típico caso de heterofobia, afinal, quem critica qualquer as aspecto da homossexualidade está condenado a ser tachado de homofóbico, ainda que seja para fazer contraponto político. Esta incriminação que ele tem sofrido é a mesma que acusam a levianamente a imprensa vez ou outra.Vamos aos fatos, Feliciano (o qual eu tb não compartilho das mesmas ideias) está sendo incriminado por suas ideias, como se existisse crime de opinião no Brasil. Em resumo, se alguém quer retirá-lo da comissão, que o faça pelos mecanismos institucionais, ao invés de tentar espancá-no no grito.Até mesmo pq a truculência dirigida ao referido pastor serve apenas para fortalecê-lo.

  33. Maria S.

    9 de abril de 2013 - 08:10 - 8:10
    Reply

    Gostaria de saber pq a mídia em vez de chamar o Feliciano de “deputado”, chama de “pastor”. Deveriam chamar o Jean Willis de “ex-BBB”, então. A discriminação com os evangélicos começa por aí. Desde qdo nesse país é proibido dizer o se que pensa? Feliciano está sendo massacrado por dizer o q pensa. Jean Willis diz o q quer dos evangélicos e ninguém é contra ele. Por que será, heim?
    Eita sociedade hipócrita! Todo mundo tem um amigo ou amiga homossexual, mas tem medo de dizer q são contra o homossexualismo pra não ser visto como “mal”. Gente, ser contra o homossexualismo não é ser contra pessoas. Cada um escolhe sua preferência sexual, agora não venham querer q sejamos a favor da prática homossexual.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *