O MDB de Marabá, agora com Thiago Miranda na legenda

A filiação ao MDB do secretário de Esporte e Lazer de Marabá, Thiago Miranda, está causando frisson nos meios políticos locais.

Mais precisamente pela disputa que  ocorrerá a vagas na Assembleia Legislativa do Estado.

Há quem anteveja acirramento de ânimos.

Numa mesma grande área, dois pré-candidatos disputando votos dentro do próprio partido, deputado Wenderson  Chamon e Thiago.

Quem conhece o perfil de protagonismo do deputado Chamonzinho acredita não estar sendo bem  absorvida pelo parlamentar marabaense –  a filiação do filho do prefeito de Marabá, Tião Miranda.

“Vem trombadas por aí”, sentencia uma fonte do blogueiro.

A conferir.

A propósito, a filiação de Thiago Miranda no MDB, divulgada em primeira mão pelo blog, surpreendeu muita gente, principalmente pessoas do meio político que conhecem o espírito de resistência de Tião a qualquer tipo de aproximação com a família Barbalho.

Historicamente, Miranda sempre esteve com “um pé atrás” quando o assunto enveredava para a possibilidade dele apoiar politicamente Helder e, antes, o próprio pai do governador, Jader Barbalho.

Para essas pessoas que analisam a ida de Thiago para o partido de Barbalho, Tião Miranda tomou a decisão de incentivar a filiação do filho na enésima hora, “estrategicamente”.

“Foi uma surpresa, porque o Tião nunca aceitou apoiar politicamente o governador, a prova está na última eleição quando ele se manteve distante da disputa, nunca aceitando pedir voto para Helder. Ele deve ter tomado essa decisão depois de ter a certeza de que não haveria outra opção a ele, já que o Jatene desistiu de disputar o governo e não há outro pré-candidato com potencial para enfrentar a reeleição do governador”, disse um político com mandato na Assembleia Legislativa.