O lado bom

Publicado em 29 de março de 2007

Sem hipocrisia. Foi assim que José Gomes Temporão fez sua estréia pública como ministro da Saúde. Chutou o balde da mesmice dos governos ao defender a legalização do aborto sem meias palavras:

– “Isso é, antes de mais nada, uma questão de saúde pública, porque milhares de mulheres morrem todos os anos submetendo-se a abortos inseguros. Sei que é uma questão polêmica (a legalização), que envolve aspectos morais, religiosos, sociológicos, mas diz respeito, fundamentalmente, à política de saúde”.

Pronto. Não falseou, não se escondeu da Igreja, provando com sua honestidade ser possível transformar essa joça de país encarando os dinossáuricos porta-vozes do atraso. Corre o risco de ser chamado atenção pelo Vaticano, mas aí são outros quinhentos.
Extemporâneo, esse Temporão.